Publicidade


Bahia demite o treinador Sérgio Soares

rês dias depois de o presidente Marcelo Sant’Ana sentar ao lado do técnico Sérgio Soares e garantir a continuidade dele no comando do Bahia – com o elogio ao trabalho feito ao longo da temporada – tudo mudou. Após o empate com o Paysandu, na noite desta terça-feira, o treinador foi demitido do comando técnico do time baiano.

O diretor de futebol, Alexandre Faria, concedeu entrevista coletiva logo após a partida e explicou a decisão. O dirigente elogiou o trabalho desenvolvido por Sérgio Soares nos dez meses em que esteve à frente do time, a reformulação que foi feita, e justificou a saída como necessária após as apresentações abaixo das expectativas no segundo turno da Série B.

– A gente comunica que o Sérgio Soares não é mais o treinador do Bahia. Agradeço bastante o trabalho dele nesses dez meses. Implantou uma reformulação importante. Mudou o sistema de jogo do Bahia. Conquistou o título baiano, colocou o Bahia na ponta das competições disputadas. Agradeço o Sérgio e desejo sorte na carreira. (…) As avaliações são feitas diariamente. É fato que no segundo turno a equipe não vem jogando bem. Tivemos alguns momentos, mas não repetimos as atuações do primeiros semestre e do primeiro turno [da Série B]. Entendemos que temos que mudar a forma de jogar, mudar peças. A mudança de treinador é necessária, apesar de ser algo que a gente não gosta, que a diretoria entende que não é o melhor caminho – disse.

Alexandre Faria afirmou ainda que a diretoria não errou ao manter Sérgio Soares até a partida contra o Paysandu, apesar da torcida pedir a saída do técnico desde o início do segundo turno.

(Foto: Aldo Carneiro / Pernambuco Press)