Bahia consegue empate com um jogador a menos

Numa partida emocionante até o último minuto, Botafogo e Bahia empataram por 2 a 2, em São Januário, no Rio de Janeiro, pela 28ª rodada do Brasileirão. O resultado foi mais comemorado pelos Tricolores, que jogaram todo o segundo tempo com um homem a menos. A estrela do jogo foi o atacante Souza, que marcou em duas oportunidades e fez o chororô para torcida alvinegra.

O resultado foi muito ruim para os cariocas, que poderiam se aproximar dos líderes, mas ficaram com 46, na quarta colocação, com um jogo a menos, a ser disputado com o Santos. Por sua vez, o Bahia ficou com 34, na 14ª colocação.

Tricolor aproveita as oportunidades!
O jogo começou em ritmo lenvo e o melhor lance foi aos quatro minutos com Alex. Após cruzamento na área, ele dominou no peito e tentou uma bicicleta, obrigando Marcelo Lomba a fazer uma defesa em dois lances. A resposta foi aos 16 minutos. Após cobrança de falta, no segundo pau, Souza só precisava desviar para o gol, mas ele ficou preso no chão e não desviou para as redes.

Se ele perdeu a chance, aos 28, ele balançou as redes. Após cobrança de falta no segundo pau, Souza só desviou para o fundo das redes. Na comemoração, ele fez o chororô, provocando os torcedores do Fogão, que estavam nas arquibancadas. Aos 31, os cariocas quase empataram com Caio.

O meia fez boa jogada individual, invadiu a área e tocou na saída de Lomba. Mas, ele bateu com muita força, por cima do gol. Mas, as coisas complicaram para o Tricolor, aos 38 minutos. Hélder já tinha um cartão amarelo, cometeu uma falta dura em Alex e foi expulso, deixando o Bahia, com dez em campo.

Emoções!
O segundo tempo voltou com tudo e logo aos dez minutos, o Botafogo empatou a partida. Após cruzamento na área, Alex completou para o fundo das redes e fez a festa com a sua torcida em São Januário. O Bahia se descuidou e dois minutos depois, os cariocas viraram a partida, com Caio.

Elkeson recebeu dentro da área e bateu com força, na trave de Lomba. Caio pegou o rebote e bateu cruzado, para o fundo das redes, virando a partida. A festa era muito em São Januário, mas aos 15 minutos, Lulinha que tinha acabado de entrar na vaga de Jones Carioca sofreu pênalti.

Souza, o polêmico, pegou a bola e bateu a cobrança no meio do gol. Na comemoração, ele fez o chororô, tirando mais sarro dos torcedores alvinegros presentes em São Januário. Com um homem a mais, o Botafogo foi com tudo para cima do Tricolor, mas não conseguiu chegar ao terceiro gol. No último lance do jogo, após cruzamento na área, Lomba saiu mal do gol e não afastou o perigo. A bola sobrou para Caio, que testou e acertou o travessão do goleiro baiano.

Próximos jogos
O Botafogo volta ao gramado no próximo domingo, contra o Corinthians, no Pacaembu, às 16 horas. No mesmo dia e horário, o Bahia enfrenta o Cruzeiro, em Salvador.

Local
Estádio São Januário, , no Rio de Janeiro (RJ)

Árbitro
Francisco Carlos Nascimento (AL)

Assistentes
Roberto Braatz (PR) e Altemir Hausmann (RS)

Renda
R$ 87.350,00
Público
5.045 pagantes – 6.765 present

Cartões Amarelos
Botafogo:Caio, Maicosuel, Lucas, Marcelo Mattos
Bahia:Hélder, Lulinha, Jones, Souza

Cartões Vermelhos
Bahia:Hélder

Gols
Botafogo: Alex 11′ 2T, Caio 13′ 2T
Bahia: Souza 15′ 2T, Souza 28′ 1T

Botafogo

Renan;
Lucas (Willian), Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Cortês;
Marcelo Mattos, Renato, Maicosuel e Elkeson;
Caio e Alex

Técnico: Caio Júnior

Bahia

Marcelo Lomba;
Marcos, Paulo Miranda, Titi e Dodô;
Fahel, Hélder, Camacho e Maranhão (Reinaldo);
Souza (Souza) e Jones Carioca (Lulinha)

Técnico: Joel Santana