Volei: Murilo bate no peito: ‘Essa camisa é campeã’

Murilo era o mais emocionado com a conquista do nono título do Brasil na Liga Mundial. Após o peixinho da vitória sobre a Rússia, o ponteiro ficou afastado por alguns minutos no canto da quadra do ginásio Orfeo Superdomo, na cidade argentina de Córdoba. Quieto e sorrindo, parecia estar aliviado.

– Fizemos alguns jogos feios. Muita coisa estava sendo dita. A pressão estava grande, mas agora confirmamos que essa camisa é campeã – disse o jogador, batendo no peito.

Murilo era o mais emocionado com a conquista do nono título do Brasil na Liga Mundial. Após o peixinho da vitória sobre a Rússia, o ponteiro ficou afastado por alguns minutos no canto da quadra do ginásio Orfeo Superdomo, na cidade argentina de Córdoba. Quieto e sorrindo, parecia estar aliviado.

– Fizemos alguns jogos feios. Muita coisa estava sendo dita. A pressão estava grande, mas agora confirmamos que essa camisa é campeã – disse o jogador, batendo no peito. 

A pressão vinha das apresentações irregulares durante a fase final da competição. Venceu Argentina e Sérvia, mas penou para conseguir o resultado. Na final, contra a Rússia, sabia que se não fosse perfeito, corria o risco de ser superado. Assim, Bernardinho fez duas alterações na equipe para entrar com a força máxima na partida.

As mudanças deram resultado: Brasil tornou-se absoluto na Liga Mundial. E para o alívio da torcida, que gritou seu nome durante quase toda a partida, Murilo foi eleito o MVP (Jogador Mais Valioso).

– Não tenho palavras para descrever isso

.