Vitória x Grêmio Barueri – Tropeçar não é permitido para chegar ao acesso

O Vitória sabe que tropeçar está fora de cogitação na reta final do Campeonato Brasileiro da Série B, ainda mais quando o jogo acontece no Estádio do Barradão, em Salvador. Prova disso é o confronto diante do Grêmio Barueri, nesta terça-feira, às 20h30, pela 28.ª rodada. Faltando 11 rodadas para o final, o time precisará vencer oito para garantir o acesso, o que o deixa com 14,4% de chances de subir.

Com 40 pontos, o time baiano precisaria de mais 23 para chegar aos 63, número mínimo estipulado pelos matemáticos. Apesar disso, o técnico Vágner Benazzi não quer saber de jogar a toalha. O Vitória vem de empate diante do Paraná, por 1 a 1, fora de casa. Já o Grêmio Barueri luta contra o rebaixamento e vem em 14º lugar, com 34 pontos, após perder para o Americana, por 1 a 0, em Barueri. No primeiro turno, o Barueri venceu, por 1 a 0, em casa.

Transmissão
Quem quiser acompanhar a partida é só ficar ligado na Rádio Terra de Barueri, AM 1330, que terá Toni Marquete no comando da Equipe Furacão, a partir das 20 horas desta terça-feira, direto do Barradão.

Muitos desfalques!
O problema é que Benazzi terá vários problemas para seu próximo desafio na Série B contra o Grêmio Barueri, nesta terça-feira, em Salvador. Ao todo, o treinador terá sete desfalques para este jogo. Dois deles por suspensão, já que o lateral-direito Nino Paraíba e o zagueiro Maurício levaram o terceiro amarelo.

A maior preocupação do comandante rubro-negro é com as contusões. A maratona de jogos da Série B já fez sete vítimas no Leão. Após o empate contra o Paraná, saíram de campo lesionados o lateral-esquerdo Élton e o atacante Marquinhos, que se juntam aos volantes Uelliton e Neto Coruja e o lateral Fernandinho, que já estavam no estaleiro.

Com isso, Benazzi terá de mudar quase toda sua defesa em relação ao último jogo. Só ficam o goleiro Fernando e o zagueiro Jean. Na lateral direita Léo deve ser o titular. Na esquerda vem a grande surpresa: o veterano Gilberto será recuado da meia para a lateral, abrindo espaço para o jovem Arthur Maia no meio.

Na vaga de Maurício, volta o antigo titular Alison, que cumpriu suspensão. A dúvida fica por conta do substituto de Marquinhos. A primeira opção será a entrada do atacante reserva Marcelo. No entanto, há a possibilidade da entrada de Lúcio Flávio no meio, o que adiantaria Geovanni.

As mudanças, contudo, não param por aí. Isso porque o volante Preto se recuperou de uma contusão e substitui Charles. Enquanto isso, no ataque, a novidade deve ser a entrada de Fábio Santos, que marcou dois gols no coletivo do domingo. Ele entra na vaga de Neto Baiano.

“Assim como o Náutico tropeçou – empatou com o Duque de Caxias por 1 a 1m em casa – outros também vão tropeçar. Enquanto os números nos derem chance, precisamos continuar sonhando. Espero que o torcedor nos acompanhe neste pensamento”, afirmou o treinador.

Muitas variáveis!
Se o técnico do Vitória, Vágner Benazzi, pretende estudar o time do Grêmio Barueri terá de pensar em algumas variáveis. Isso porque o técnico René Simões viajou para Salvador e levou consigo a escalação, trancafiada a sete chaves. Apesar de todo o mistério do treinador, já é certo que o time paulista não contará com a dupla de ataque da derrota para o Americana. Isso porque o experiente Val Baiano recebeu o terceiro cartão amarelo e seu companheiro Marcelinho não viajou por conta de uma contusão.

Com os desfalques, o treinador deve confirmar o retorno do atacante Léo Gamalho, que estava suspenso. A outra vaga, ao que tudo indica, deve atuar Gil. Não está descartada, entretanto, a presença do veterano Pedrão, que estava lesionado.

Outro jogador que retorna é o zagueiro Diego Giaretta, que estava suspenso por expulso. Ele, contudo, deve perder vaga para Guto. No meio, o polivalente Zé Carlos também pode ganhar a vaga do meia Danilo Sacramento por opção de Renê Simões.

Local
Estádio Barradão , em Salvador (BA)

Árbitro
Alinor Silva da Paixão (MT)

Assistentes
Cleriston Clay Barreto Rios (SE) e Joadir Leite Pimenta (MT)

Vitória

Fernando;
Léo, Jean, Alison e Gilberto;
Zé Luís, Preto, Geovanni e Arthur Maia;
Marcelo (Lúcio Flávio) e Fábio Santos.

Técnico: Vagner Benazzi.

Grêmio Barueri

Juninho;
Marcos Pimentel, Rodrigo Arroz, Edson Borges e Guto;
Alê, Ademir Sopa, Zé Carlos (Danilo Sacramento) e Alex Maranhão;
Gil e Léo Gamalho.

Técnico: Renê Simões.