Vitória vence o Bahia de Feira, confirma liderança e pega o Camaçari na semifinal

O Vitória não se assustou com o gol do Bahia de Feira logo aos três minutos. Com tranquilidade, o Leão foi buscar o placar e venceu o Tremendão por 3 a 1, nesta quarta-feira (7), jogando no Barradão. Ramon Menezes, Júnior e Uelliton marcaram os gols do triunfo.

Com o resultado, o Rubro-negro terminou a segunda fase do Baiano na liderança do grupo 3, com 13 pontos, e vai encarar o Camaçari na semifinal do torneio. A primeira partida é no próximo domingo (11), em Camaçari. No mesmo dia, o Bahia de Feira, que fechou a fase na vice-liderança, pega o Bahia, em Feira de Santana.

Bahia de Feira sai na frente. Vitória reage

Não deu nem tempo do Vitória se organizar. O Bahia de Feira inaugurou o marcador logo aos três minutos, quando o lateral Egídio cometeu pênalti em Jacson. Cheio de estilo, João Neto colocou no canto oposto do goleiro Viáfara.

Com este resultado parcial, o Rubro-negro enfrentaria o Bahia na semifinal do Baiano. Assim, o Leão tratou logo de reagir para não correr o risco de encarar o rival no próximo domingo.

Aos seis minutos, Nino Paraíba escapou pela direita e cruzou na medida para Ramon Menezes. O camisa 10 só teve o trabalho de escorar levemente na bola para empatar o jogo no Barradão.

Depois dos gols, a partida seguiu equilibrada, como visualizava o placar. O Bahia de Feira, porém, poderia ter marcado o segundo aos 14. João Neto invadiu a área e chutou forte. Viáfara, bem colocado, segurou.

O Vitória, por sua vez, penetrava facilmente na frágil defesa do Tremendão. Restava apenas um homem-gol, que finalizasse com perfeição. E o nome dele é Júnior. Aos 18, ele recebeu de Ramon Menezes dentro da área e bateu sem chances para o goleiro Jair.

O Rubro-negro já havia se refeito do susto e passou a jogar com mais tranquilidade. O terceiro gol não tardou. Aos 27 minutos, Ramon Menezes cobrou escanteio. Ainda na primeira trave, Uelliton subiu mais do que a marcação e estufou as redes: 3 a 1.

Bahia de Feira melhora, mas não assusta

O puxão de orelha do técnico Arnaldo Lira fez os jogadores do Bahia de Feira acordarem para o segundo tempo. Mas faltava qualidade ao setor ofensivo para furar o bloqueio rubro-negro.  Aos 11, João Neto tabelou com Jacson, mas o lateral Nino Paraíba fez o corte na hora exata do chute.

Contra-atacar já estava difícil para o Leão. Ficou mais complicado aos 19 minutos, quando Júnior chegou duro no zagueiro adversário e recebeu cartão vermelho. Aos 26 minutos, Jacson bateu de fora da área, mas a bola passou longe do gol de Viáfara.

Com a vantagem no placar, o Vitória tirou o pé e priozirou o toque de bola. Mas o Bahia de Feira foi em busca do empate. Sem êxito. Aos 42, João Neto arriscou de dentro da área e acertou a trave do arqueiro colombiano.

Vitória 3 x 1 Bahia de Feira
Data: 07/04/2010
Estádio: Barradão, Salvador
Arbitragem: Rodrigo Martins Cintra, auxiliado por Adson Márcio Lopes e José Carlos Oliveira

Vitória: Viáfara; Nino Paraíba, Wallace, Reniê e Egídio; Vanderson (Marconi), Uelliton, Bida e Ramon Menezes (Renato); Júnior e Elkeson (Neto Berola). Técnico: Ricardo Silva.

Bahia de Feira: Jair; Edson (Wesclei), Osmar, Renato Tilão (Thiago Souza) e Neto; Glaydstone, Robson Simplício (André), Diones e Deca; Jacson e João Neto. Técnico: Arnaldo Lira

Fonte: www.portalibahia.com.br