Vitória vence a primeira fora de casa no Brasileiro

O Vitória aprontou para cima do Cruzeiro e saiu do Ipatingão com a vitória por 1 a 0, neste domingo, pela 15ª rodada do Brasilierão. O triunfo é o primeiro do Rubro-Negro baiano fora de casa e impede a Raposa de entrar no G4.

O time mineiro se impôs nos primeiros momentos da partida. E foi pelo lado direito, com Rômulo, que saíram as melhores jogadas. Montillo, mesmo bem marcado, conseguiu levar perigo ao gol do goleiro Viáfara.

A dupla Rômulo/Montillo criou a primeira grande chance de gol. O camisa 10 serviu o lateral, que chutou cruzado, vendo a bola passar na frente do gol baiano. Se Wellington Paulista chegasse alguns segundos antes, poderia ter completado para o fundo da rede.

O Vitória não demorou muito para responder. Henrique, da Raposa, cortou mal dentro da área, e já ia deixando a bola para a conclusão do xará Henrique, mas Fábio se antecipou para fazer a defesa..

Com boas jogadas dos dois lados, o Cruzeiro viu Wellington Paulista receber cruzamento de Thiago Ribeiro, cabecear corretamente, para baixo, mas Viáfara defendeu bem.

Já do lado rubro-negro, Eduardo arriscou o chute no canto direito de Fábio, que caiu para fazer a melhor defesa do jogo até então. E foi do lateral-direito o cruzamento para a cabeçada de Elkeson, livre de marcação, errar o alvo.

Saiu também do lado direito a primeira boa jogada do Cruzeiro na etapa final. Rômulo cruzou para dentro da área, mas Wellington Paulista desperdiçou, de primeira, chutando para fora. Na sequência, Paulista novamente errou a bicicleta após a bola chegar pelo lado direito.

Já que a Raposa não colocou a bola na rede, o Vitória resolveu marcar. Em jogada individual, Júnior, da entrada da área, ajeitou para soltar um foguete da perna esquerda e acertou o canto esquerdo do goleiro Fábio: 1 a 0.

E o gol animou o time do técnico Toninho Cecílio que criou várias chances para ampliar a vantagem. O Cruzeiro, com Roger no lugar de Jones, perdeu a força no meio de campo e pouco ameaçou o gol de Viáfara.

A situação cruzeirense se complicou ainda mais quando Thiago Ribeiro foi expulso de maneira infantil. Júnior caiu no gramado antes de ser substituído, o que provocou reclamações do lado celeste. O árbitro puniu Fabrício e Thiago Ribeiro pelas reclamações e ainda expulsou o atacante, que estava furioso e saiu de campo vaiado.

Mesmo em vantagem numérica, o Vitória não conseguiu ampliar. E ainda viu Anderson Martins ser expulso, por agressão. Mas, pelo menos, o time baiano volta para Salvador com três pontos na bagagem.

FICHA TÉCNICA:
CRUZEIRO 0 X 1 VITÓRIA

Local: Estádio Ipatingão, em Ipatinga (MG)
Data/Hora: 22/8/2010 – 18h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Francisco Carlos Nascimento (AL)
Auxiliares: Katiuscia Mayer Berger Mendonça (ES) e Carlos Jorge da Rocha (AL)
Cartões amarelos: Anderson Martins, Soares, Ricardo Conceição (VIT); Fabrício, Thiago Ribeiro (CRU)
Cartões vermelhos: Thiago Ribeiro (CRU); Anderson Martins (VIT)

GOL: Júnior 8’/2T (0-1)

CRUZEIRO: Fábio, Rômulo (Caçapa, 27’/2T), Gil, Edcarlos e Diego Renan (Wallyson, 27’/2T); Fabrício, Henrique e Montillo; Jones (Roger, intervalo), Thiago Ribeiro e Wellington Paulista. Técnico: Cuca

VITÓRIA: Viáfara, Eduardo, Reniê, Anderson Martins, Egídio; Vanderson, Ricardo Conceição, Bida, Henrique (Soares, 16’/2T); Elkeson (Renato, 7/’2T) e Júnior (Gabriel, 32’/2T). Técnico: Toninho Cecílio.