Vitória só empata com o Paraná

O Vitória até começou bem, mas acabou cometendo os mesmo erros na Série B do Brasileiro e ficou apenas no empate com o Paraná, em 1 a 1, nesta terça-feira, no estádio Durival de Brito, em Curitiba.

Vitória não consegue segurar resultado a empata com o Paraná em 1 a 1Vitória não consegue segurar resultado a empata com o Paraná em 1 a 1

A partida começou num ritmo alucinante e logo aos dois minutos o Leão baiano abriu o placar. Bola chutada da defesa, casquinha de cabeça de Neto Baiano e Marquinhos finalizou com competência para fazer: 1 a 0.

A resposta paranista veio logo em seguida com Lima, aos cinco minutos, que aproveitou rebote de falta e bateu forte e rasteiro, obrigando Fernando a defender com dificuldade. Aos 9 e aos 12 minutos, o Vitória chegou no ataque com finalizações de Geovanni e Marquinhos. O último acabou sentindo uma lesão muscular e deu lugar a Marcelo.

Com mais posse de bola, mas sem qualidade para finalizar, o time da casa ia dominando o jogo, e quase chega lá aos 31 minutos em mais um chute de Lima, que Fernando mandou para escanteio. A insistência paranaense e a retranca Rubro-negra resultaram no gol de empate no último lance do primeiro tempo.

Depois dos acréscimos definidos pelo árbitro Gutemberg de Paula, Henrique aproveitou falha de Fernando e bateu cruzado, a bola sobrou para Borebi, livre, apenas escorar para o gol vazio: 1 a 1.

Na segunda etapa, Benazzi resolveu fazer uma alteração, colocando o mais ofensivo Mineiro no lugar de Zé Luís, que tinha cartão amarelo. Pressionado pelo Paraná, Benazzi mexeu mais uma vez e Lúcio Flávio entrou no lugar de Elton, com o estreante Gilberto sendo deslocado para a lateral.

O time da casa seguia mais perigoso e quase virou aos 22 minutos, num chute perigoso de Itaqui, que passou à esquerda de Fernando. A resposta Rubro-negra veio em seguida em forte cobrança de falta de Neto Baiano.

Aos 31 minutos, mais uma vez Itaqui cobrou falta com perigo para defesa de Fernando. Na sequência, Lúcio Flávio rolou para Gilberto, que bateu forte e quase marca o segundo do Leão.

A partida ficou equilibrada no final do jogo, com uma última oportunidade para o Paraná, aos 37 minutos, em cabeçada do zagueiro Flávio Boaventura, que acertou o travesão. A partida terminou com um númerro alto de cartões amarelos, 12 no total.

Ficha Técnica:

Paraná (1): Zé Carlos; Marquinho, Flávio Boaventura, Edson Rocha (Serginho) e Lima; Silvio, Itaqui, Packer e Henrique (Ricardinho); Borebi (Oliveira) e Hernane Técnico: Guilherme Macuglia.

Vitória (1): Fernando, Nino, Jean, Maurício e Elton (Lúcio Flávio); Zé Luís (Mineiro), Charles Vágner, Gilberto e Geovanni, Marquinhos (Marcelo) e Neto Baiano. Técnico: Vagner Benazzi.

Local: Estádio Durival de Brito, em Curitiba (PR).

Data: 30/09/2011

Horário: 20h30.

Árbitro: Gutemberg de Paula Fonseca (RJ/Fifa).

Assistentes: Eduardo de Souza Couto (RJ/Fifa) e Gilberto Stina Pereira (RJ).