Vitória fica no empate com Atlético, mas assume liderança do grupo A

O Vitória foi a Alagoinhas em busca do triunfo, mas encontrou um Atlético motivado e ficou no empate em 1 a 1. Apesar do resultado, o Rubro-negro assumiu a liderança do grupo A, já que tem saldo de gols melhor do que o Bahia de Feira. O Carcará não tem mais chances de classificação.

Marconi marcou o tento rubro-negro, enquanto Diego Morais fez para os donos da casa. Na próxima rodada, a última desta fase, o Leão recebe o Tremendão no Barradão. Já o time de Alagoinhas cumpre tabela com o Vitória da Conquista, no estádio Lomanto Júnior. Todas as partidas serão realizadas na quarta-feira (7), a partir das 20h30.

Sustos e reação – Mesmo sem chances de classificação, o Atlético partiu pra cima do Vitória no início da partida. Logo aos 6 minutos, o lateral Tito cruza a bola da direita. Ela passa por todo mundo na área do Leão. Kiko recebe sozinho e manda para fora. Era uma grande chance de abrir o placar.

Mas o Rubro-negro não demorou a responder. Dois minutos depois, Júnior e Renato trocaram passes na entrada da área adversária. só que o artilheiro dos cabelos loiros chutou fraco, nas mãos do goleiro Braz.

Aos 10, o meio-campo Vaguinho, do Carcará, levantou a bola dentro da área. Tito estava livre de marcação e cabeceou com força, mas a pelota esbarrou no travessão e saiu. Em seguida, o Vitória partiu para o ataque. Júnior aproveitou vacilo da defesa adversária e chutou forte, mas Braz espalmou.

Após muitas indas e vindas, o Leão melhorou, aumentou a pressão sobre o Atlético. O volante Marconi recebeu passe de Bida na entrada da grande área, ajeitou e fez um golaço. A bola passou no ângulo direito de Braz, sem chance de defesa.

O Vitória voltaria a assustar o Carcará ainda no primeiro tempo. Elkeson mandou uma bomba de fora da área, aos 42. Braz mandou a bola para escanteio.

Faltou objetividade – O segundo tempo começou sem lances de muito perigo. A primeira grande chance de alterar o marcador foi do Vitória, aos 10 minutos. O volante Uelliton recebeu cruzamento de Marcos Pimente e cabeceou por cima do gol de Braz, levando muito perigo.

No entanto, o Carcará empatou a partida no minuto seguinte. Depois de um bate rebate na área rubro-negra, o atacante Diego Morais tentou duas vezes até mandar a bola para o fundo das redes de Viáfara.

A partir daí, o Leão perseguiu o segundo gol, pois o triunfo colocaria a equipe na liderança isolada da chave. Aos 18, Elkeson chutou de longe e Braz defendeu no susto.

Mas o time de Alagoinhas não quis saber de recuar, e Diego Morais, aos 20 minutos, quase virou o jogo. Ele recebeu a bola dentro da grande área e driblou Reniê, mas chutou à direita da meta de Viáfara.

Neste ponto da partida, o Vitória estava todo em cima. Ricardo Silva fez as três substituições a que tinha direito e deixou a equipe com três atacantes. Só que se o ataque não marca, o arqueiro colombiano tenta. Viáfara cobrou falta próxima ao gol de Braz, mas a bola esbarrou na barreira.

Fonte: www.portalibahia.com.br