Vitória enfrenta o Sport no Barradão

Vitória e Sport começaram a Série B do Campeonato Brasileiros como sérios candidatos ao acesso, mas estão passando por um momento de turbulência e o confronto deste sábado pode resultar na queda de Hélio dos Anjos.  A partida está marcada para as 16h20, no Estádio Barradão e é válida pela sexta rodada.

O time rubronegro acabou tropeçando no ABC em casa, não passando de um empate por 1 a 1, chegando aos sete pontos e figurando na zona intermediária. O técnico Geninho precisa de um resultado positivo para ter mais tranquilidade neste início de Série B.

Apesar de figurar entre os melhores, com nove pontos, o Leão vem passando por uma crise. Depois do empate com o Duque de Caxias, por 1 a 1, na Ilha do Retiro, o técnico Hélio dos Anjos foi bastante vaiado pelos torcedores, que pediram sua saída após o apito final. O comandante também foi criticado por alguns dirigentes do clube.

Estreia no banco?
O Vitória quer se aproximar dos primeiros colocados da Série B e por isso deve promover a estreia do experiente atacante Edu (foto), que foi contratado como a principal esperança de gols para a sequência da temporada e vai começar o confronto contra o Sport no banco de reservas.

O jogador já vem treinando há algumas semanas com o restante do elenco em busca de sua forma ideal, já que não vinha sendo aproveitado no Internacional. Como não deve aguentar jogar os 90 minutos, Edu fica apenas como opção para o técnico Geninho, que não deve realizar muitas mudanças entre os 11 titulares.

O meia Jerson e o atacante Neto Baiano preocupavam a comissão técnica nos últimos dias, mas foram liberados pelo departamento médico e vão para o jogo. O primeiro vinha sentindo dores no tornozelo, enquanto o artilheiro reclamou de uma pancada recebido no joelho.

Mudanças contra a crise
Bastante criticado por torcedores e até mesmo por alguns dirigentes Hélio dos Anjos está ciente de que mais um tropeço pode culminar na sua demissão. Por isso, ele se reuniu com todo o elenco na tarde desta quinta-feira para uma conversa, mas na sequência chamou três jogadores (Marcelinho Paraíba, Willians e Maylson) de forma individual.

A principal novidade é a saída do experiente atacante Carlinhos Bala (foto), que não vinha sendo aproveitado em sua posição de origem e estava rendendo abaixo do esperado. Por isso, Hélio dos Anjos preferiu deixar o atacante em Recife para melhorar a sua condição física. O jovem Paulista entra em sua vaga no ataque.

“O jogador que não vinha bem é o Carlinhos Bala, que vai ficar no Recife para cuidar da sua condição física”, afirmou o treinador, que mesmo bastante criticado, decidiu manter o esquema cauteloso, com apenas um atacante e três zagueiros.

Depois de mostrar que ainda está sem ritmo de jogo, o zagueiro César Lucena fica apenas como opção no banco de reservas e será substituído por Hamilton, que vinha atuando no meio-campo. Assim, o experiente Daniel Paulista retorna aos 11 titulares, reforçando a marcação ao lado de Rithelly.

Local
Estádio Barradão , em Salvador

Árbitro
Marcelo de Lima Henrique-RJ

Assistentes
Cleriston Clay Barreto Rios-SE e Ivaney Alves de Lima-SE

Vitória

Fernando Leal;
Nino, Alison, Maurício e Fernandinho;
Rodrigo Mancha, Zé Luís, Jérson e Geovanni;
Rildo e Neto Baiano.

Técnico: Geninho

Sport

Magrão;
Gabriel, Hamilton e Tóbi;
Moacir, Daniel Paulista, Rithelly, Willians, Marcelinho Paraíba e Fernandinho;
Paulista.

Técnico: Hélio dos Anjos