Vitória empata com o Goiás no Serra Dourada e pega o Vasco nas quartas da Copa do Brasil

Deu a lógica. Depois de golear o Goiás no primeiro jogo por 4 a 0, no Barradão, o Vitória foi ao Serra Dourada apenas confirmar a vaga nas quartas de final da Copa do Brasil. Nesta quarta-feira (21), as duas equipes ficaram no 2 a 2 e o Leão vai encarar o Vasco na próxima fase da competição. Uelliton e Júnior marcaram os gols do Leão.

Próximo adversário do Vitória, o Vasco eliminou o Corinthians Paranaense também nesta quarta-feira (21). A primeira partida será no Barradão, no dia 28 ou 29 deste mês. A volta, em São Januário, acontece no dia 5 ou 6 de maio. As equipes se enfrentaram na mesma fase na Copa do Brasil do ano passado. O alvinegro carioca levou a melhor, depois de golear o Leão no Rio de Janeiro (4 a 0) e empatar em Salvador (1 a 1).

Primeiro tempo movimentado e com quatro gols

O jogo – A missão do Goiás era complicada, mas um pênalti a favor logo aos quatro minutos de jogo deu mais esperanças ao time goiano. Nino Paraíba meteu a mão na bola dentro da área e o árbitro não titubeou. Na cobrança, Felipe abriu o placar para os donos da casa.

O Goiás continuou na pressão, mas errava no passe final e nas conclusões. Já o Vitória demorou a se encontrar, mas quando colocou a bola no chão chegou ao empate. Aos 16 minutos Elkeson cobrou falta da esquerda na medida para o volante Uelliton, que cabeceou para igualar o marcador.

O gol rubro-negro prejudicou as pretensões do time esmeraldino, que precisaria marcar mais cinco gols para avançar às quartas de final. Não havia outro jeito senão pressionar o adversário. Mas o Vitória já tinha ajustado o seu setor defensivo e não dava espaços. Aos 25, Elkeson arrisca o chute e a bola passa rente à trave de Harley.

Apesar do bom momento, a defesa do Leão vacilou aos 35, quando o Goiás chegou ao segundo. Livre de marcação, Fernandão recebeu cruzamento de Felipe e estufou as redes do goleiro Viáfara. A equipe esmeraldina chegou ao terceiro aos 37 com Rafael Moura, mas o assistente marcou posição irregular.

Pelas laterais, o Rubro-negro conseguiu empata mais uma vez. Aos 41, Egídio escapou pela esquerda e cruzou para Júnior. Sem sair do chão, o atacante do Vitória cabeceou, sem chances para o goleiro Harley.

À espera do apito final

Com a situação absolutamente tranquila – o Goiás continuava precisando fazer mais cinco – o Vitória passou a atuar nos contra-ataques. Aos 14 minutos, Renato recebeu livre dentro da área, mas chutou por cima do gol de Harley. Aos 23, foi a vez de Bida receber na grande área. O chute passou por cima do travessão.

Já abatido, o Goiás pouco investia nas jogadas de ataque. Aos 41, Fernandão recebeu cruzamento de Jadílson, mas cabeceou na defesa rubro-negra. O Vitória poderia ter saído de Goiânia com o triunfo, mas Bida, aos 44, perdeu um gol incrível. Dentro da área e já com o goleiro Harley batido, o meia demorou de chutar e foi travado pela marcação.

Goiás 2 x 2 Vitória – oitavas de final da Copa do Brasil
Data: 21/04/2010
Estádio: Serra Dourada, em Goiânia
Arbitragem: Leonardo Gaciba da Silva (RS), auxiliado por Paulo Ricardo Silva (RS)

Goiás: Harley; Douglas (Rafael Moura), Rafael Toloi, Ernando e Jadílson; Túlio (Fábio Bahia), Rithely, Romerito e Everton Santos; Fernandão e Felipe (Matheus). Técnico: Wladimir Araújo (interino)

Vitória: Viáfara; Nino Paraíba (Marcos Pimentel); Wallace (Vilson),Reniê e Egídio; Vanderson, Uelliton, Bida e Renato; Elkeson (Fernando) e Júnior. Técnico: Ricardo Silva

Fonte: www.portalibahia.com.br