Vitória 1 x 1 Icasa – Leão decepciona e perde chance de encostar no G4

O Vitória bem que tentou, mas não conseguiu retribuir o apoio de seus torcedores na tarde deste sábado e apenas empatou com o Icasa, por 1 a 1, no Estádio do Barradão, pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. João Salles abriu o placar para os cearenses e Neto Baiano, no final da partida, deixou tudo igual.

O time baiano perdeu uma grande oportunidade de encostar ainda mais no G4 e agora se encontra na sexta colocação, com 31 pontos. Enquanto isso, o Icasa chegou ao oitavo jogo sem derrota – três vitórias e cinco empates -, aparecendo em 15º lugar, com 27.

Homenagem
Em homenagem a Ricardo Gomes, que está internado após sofrer um AVC no último domingo, os jogadores do Vitória entraram em campo com uma faixa passando apoio. Atualmente no Vasco, Gomes iniciou a carreira como treinador de futebol justamente no Leão.

Verdão surpreende Leão
Sem perder há sete rodadas, o Icasa entrou em campo mais preocupado em se defender e tentava assustar nos contra-ataques, enquanto o Vitória ditou o ritmo do jogo e tocava a bola esperando uma falha no sistema defensivo adversário. O primeiro chute ao gol foi de Mineiro aos oito minutos, mas saiu fraco e foi para a linha de fundo, não levando perigo. O lance serviu para empolgar os torcedores rubronegros, que compareceram em peso ao Barradão.

O que ninguém esperava aconteceu aos 14 minutos. Diego Palhinha arriscou e Fernando bateu roupa, largando nos pés de João Salles. Mostrando oportunismo, o atacante completou para o gol, deixando o Icasa na frente. O time cearense praticamente não deixava o Vitória jogar e abusava das faltas no meio-campo, enquanto o goleiro Marcelo Pitol fazia muita em cera, caindo todo lance que era tocado por um adversário.

Aos 23, Nino Paraíba recebeu livre pela direita e arriscou o chute, mas pegou muito mal e mandou para fora. O técnico Vagner Benazzi reclamava muito do time, que insistia na bola aérea, mas sem sucesso. Na sequência, Fernandinho cruzou rasteiro, mas Neto Baiano e Marquinhos não conseguiram completar. Ao tentar o cruzamento, Lúcio Flávio quase surpreendeu Marcelo Pitol, que se recuperou e desviou para escanteio.

O Verdão do Cariri quase ampliou aos 35, quando Diego Palhinha passou por Alison e cruzou. João Salles chegou atrasado e não conseguiu completar. O Vitória só não chegou ao empate depois de uma grande defesa de Marcelo Pitol. Após cruzamento, Uelliton aplicou uma bonita bicicleta e o goleiro se esticou todo para salvar o time cearense. Aos 40 foi a vez do Icasa assustar. João Salles bateu de longa distância e Fernando evitou mandando para escanteio.

Irritados com o futebol apresentado pelo time e a derrota parcial, os torcedores rubronegros vaiaram os jogadores na saída do gramado. O técnico Vagner Benazzi achou melhor não dar entrevistas, enquanto o atacante Neto Baiano se mostrou otimista. “Vamos voltar melhor e vamos virar essa partida”, prometeu o artilheiro.

Leão chega ao empate
O Vitória voltou mais ofensivo do intervalo, com o meia Giovanni no lugar do volante Neto Coruja e criou a primeira chance aos dois minutos, quando Neto Baiano arriscou, mas pegou fraco e facilitou a defesa de Marcelo Pitol. A resposta veio na sequência, quando João Salles aproveitou passe de Diego Palhinha e bateu em cima do adversário. Na cobrança de escanteio, a bola sobrou na pequena área para Ramon, que chutou para fora.

Precisando do resultado positivo para não ficar distante dos líderes, o Leão foi para cima e assustou aos seis. Mineiro aproveitou cobrança de escanteio e bateu com força para fora. Jogador mais acionado na partida, Nino Paraíba desceu com velocidade e cruzou na cabeça de Alison, que desviou para fora. O time baiano passou a se soltar mais, mas os jogadores pecavam na finalização.

Aos 14 minutos, Neto Baiano dominou no peito dentro da área e de frente para o goleiro conseguiu bater para fora. Na sequência, Guto fez falta dura e recebeu o segundo cartão amarelo, sendo expulso pelo árbitro. Com um a mais, o time rubronegro partiu com tudo para cima do Icasa, mas não conseguia chegar com perigo ao gol de Marcelo Pitol.

o Vitória buscava o gol de empate e criou mais duas oportunidades na sequência. Em chutes de Geovanni e Nino Paraíba, o time baiano levou perigo ao goleiro Marcelo Pitol, mas ambas as bolas foram para fora. Aos 39, Fábio Santos fez grande jogada individual e foi derrubado pelo zagueiro adversário. Na cobrança, Neto Baiano bateu com categoria e deixou tudo igual.

Próximos jogos
O Vitória volta a campo na próxima sexta-feira, quando enfrenta o Guarani, às 20h30, na Arena Fonte Luminosa, em Araraquara, pela 22ª rodada da Série B. No mesmo dia e horário, o Icasa recebe a Ponte Preta, no Estádio Romeirão.

Ficha Técnica

Vitória
1
x
1
Icasa
Fase
Única
Rodada
21ª
Data
03/09/2011
Horário
16h20
Local
Barradão, em Salvador

Árbitro
Flávio Feijó de Omena (AL)

Assistentes
Adeilton Guimarães da Hora (AL) e Ailton Farias da Silva (SE)

Renda
R$ 174.973,00
Público
19.231 pagantes

Cartões Amarelos
Vitória:Uelliton, Mineiro
Icasa:Guto, Everaldo, Marino, Diego Palhinha, Marcelo Pitol

Cartões Vermelhos
Icasa:Guto, Janilson

Gols
Vitória: Neto Baiano 40′ 2T
Icasa: João Salles 14′ 1T

Vitória

Fernando;
Nino Paraíba, Alison (Fábio Santos), Maurício e Fernandinho;
Neto Coruja (Geovanni), Uelliton, Mineiro e Lúcio Flávio (Geraldo);
Marquinhos e Neto Baiano.

Técnico: Vágner Benazzi

Icasa

Marcelo Pitol;
Luiz Henrique, Everaldo e Ramon;
Guto, Luiz Ricardo, Marino, Diego Palhinha (Diogo) e Janílson;
Marciano (Alex Afonso) e João Salles (Eliélton).

Técnico: Márcio Bittencourt