Vergonha: Vitória 1 x 2 Barueri

O Vitória entrou em campo com a camisa amarela, uniforme de número três. O Barueri, por sua vez, todo de branco, apesar de ser o visitante, jogou com o uniforme número um. E parece que as cores tiveram influência no início da partida.

Apesar de muitas faltas nos minutos iniciais, o Barueri teve a primeira grande oportunidade da partida. Aos oito minutos, Saldanha entrou livre na área e só não colocou na rede porque o goleiro Fernando se jogou na bola e evitou o tento paulista.

O Vitória não se intimidou e respondeu em seguida. Ademir Sopa bobeou, a bola ficou com Preto que bateu firme. A bola passou perto do gol do Barueri. Mas o clube paulista deu a resposta em grande estilo.

Tuchê!
Aos 13 minutos, o Barueri fez boa jogada. Alê deu um toque de calcanhar para Saldanha que bateu cruzado e balançou as redes baianas. A torcida rubro-negra não abaixou a cabeça e gritou mais alto. Os jogadores do Vitória entenderam e foram pra cima.

Aos 19 minutos, Geovanni acertou um petardo de fora da área, mas Juninho, do Barueri defendeu. Após o gol, Barueri armou um ferrolho atrás e não deu chances para o Vitória. O time baiano precisou arriscar de longe.

Aos 40 minutos, Geovanni, sempre ele, bateu falta com perigo e a bola raspou a trave do goleiro paulista. De repente, O Vitória sofreu um apagão. O Barueri, aos 45 minutos, ampliou. Alê entrou sozinho na área após receber passe de cabeça e tocou na saída do goleiro do Vitória, 2 a 0.

Cartas na manga!
No segundo tempo, o técnico Vágner Benazzi mandou o time pra frente ao tirar Zé Luís e Preto para as entradas de Lúcio Flávio e Geraldo, respectivamente. Logo na primeira jogada da segunda etapa, Geraldo cabeceou com perigo, mas Juninho conseguiu defender.

Com o time mais ofensivo, o Vitória se animou. Aos 13 minutos, Arthur Maia fez boa jogada ao passar por três adversários e bateu cruzado. Mas Juninho, sempre ele, defendeu.

Aos 33 minutos, Fábio Santos foi derrubado na área por Juninho. O próprio foi parta a cobrança e diminuiu o marcador para o Vitória. Mas o tempo passou rápido e o ferrolho paulista saiu vencedor.

Próximos jogos
Pela 29ª rodada, Vitória e Barueri jogarão no próximo sábado, às 16h20. Enquanto o time baiano enfrentará o Bragantino, no interior de São Paulo, o Barueri receberá o lanterna Duque de Caxias.

Local
Estádio Barradão , em Salvador (BA)

Árbitro
Alinor Silva da Paixão (MT)

Assistentes
Cleriston Clay Barreto Rios (SE) e Joadir Leite Pimenta (MT)

Renda
R$ 75.270,00
Público
1.672 pagantes

Cartões Amarelos
Vitória:Fábio Santos, Alison , Giovanni
Grêmio Barueri:Alê, Saldanha, Marcos Pimentel, Juninho, Guto

Gols
Vitória: Fábio Santos 33′ 2T
Grêmio Barueri: Saldanha 13′ 1T, Alê 45′ 1T

Vitória

Fernando;
Léo, Jean, Alison e Gilberto;
Zé Luís (Lúcio Flávio), Charles, Preto (Geraldo), Geovanni e Arthur Maia (Neto Baiano);
Fábio Santos.

Técnico: Vagner Benazzi.

Grêmio Barueri

Juninho;
Rodrigo Arroz, Edson Borges e Alê;
Marcos Pimentel, Anselmo (Diego Giaretta), Ademir Sopa, Alex Maranhão (Gil), Saldanha e Guto;
Léo Gamalho (Zé Carlos).

Técnico: Renê Simões.