Uruguai X Holanda, vale vaga na final

Desde 1978 a Holanda não vai à final de uma Copa do Mundo. O Uruguai, por sua vez, está longe do jogo que vale a taça desde 1950. Mas a espera de um dos dois vai acabar nesta terça-feira. “Intrusos” nas semifinais dominadas por europeus, os uruguaios encaram os holandeses – que têm 100% de aproveitamento em gramados sul-africanos -, às 15h30 (de Brasília), no Estádio Green Point, na Cidade do Cabo.

Última seleção sul-americana a conseguir vaga para o Mundial, o Uruguai contratriou os prognósticos para conquistar um lugar entre os quatro melhores do planeta. Com um futebol baseado na forte marcação, o time tentará compensar com raça a disparidade técnica em relação ao rival.

“Ninguém nos convidou para a festa, mas já que estamos aqui vamos nos divertir. Sabemos que eles são melhores com a bola nos pés e, por isso, temos que ter muita disposição para continuar sonhando com algo maior”, afirmou o técnico uruguaio Oscar Tabárez.

O comandante da equipe celeste tem sérios problemas para escalar a equipe, já que não contará com dois dos principais jogadores do time. O atacante Suárez – considerado heroi da classificação nas quartas de final por evitar um gol de Gana com as mãos – está fora pelo cartão vermelho que levou. Além disso, o capitão Lugano tem uma lesão no joelho direito e tem pouquíssimas chances de participar da partida. Fucile, suspenso, e Lodeiro, machucado, são as outras ausências.

Pelo lado holandês, a vitória por 2 a 1 sobre o Brasil deu confiança a um time que convive com fantasmas do passado. Aos poucos, a seleção treinada por Bert Van Marwijk dá sinais de que pode acabar com a sina do “quase” e conquistar o título que a geração de Cruyff não conseguiu.

Apesar das críticas por não apresentar o futebol bonito que sempre foi marca da escola holandesa, o time mostra eficiência e ostenta uma invencibilidade de 24 partidas. Com cinco vitórias em cinco jogos, a seleção é a única com campanha perfeita na África do Sul.

Recuperados de lesão, o atacante Van Persie e o zagueiro Mathijsen estão confirmados na equipe. Os suspensos De Jong e Van der Wiel são os desfalques para enfrentar o Uruguai.

O vencedor do confronto encara na grande final o sobrevivente do duelo entre Alemanha e Espanha, que entram em campo na quarta-feira, às 15h30 (de Brasília), em Durban.

Ficha técnica:

Uruguai: Muslera; Maxi Pereira, Mauricio Victorino, Diego Godín e Martín Cáceres; Pérez, Gargano, Arévalo Ríos e Álvaro Pereira; Cavani e Forlán. Técnico: Oscar Tabárez

Holanda: Stekelenburg; Boulahrouz, Heitinga, Mathijsen e Van Bronckhorst; Van Bommel, de Zeeuw e Sneijder; Kuyt, Robben e Van Persie. Técnico: Bert van Marwijk

Data: 06/07/2010
Horário: 15h30 (de Brasília)
Local: Estádio Green Point, na Cidade do Cabo

Árbitro: Ravshan Irmatov (UZB)