Uruguai vence México

Mantendo a invencibilidade sul-americana nesta Copa do Mundo, o Uruguai bateu o México por 1 a 0 no Estádio Royal Bafokeng, em Rustemburgo, pela terceira e última rodada do Grupo A. Com a classificação garantida a partir da primeira metada da etapa complementar, os times resolveram tirar o pé do acelerador, atacando sem muito ímpeto nos momentos finais.

Com a vitória, os uruguaios mostraram ser “amigos da onça” e garantiram o primeiro lugar do Grupo, fugindo da Argentina, provável primeira colocada no Grupo B. Os mexicanos encerraram sua partipação nesta fase com quatro pontos, no segundo lugar, somando três a menos que os líderes. Agora, as equipes aguardam os confrontos das 15h30 desta terça-feira para saber os adversários nas oitavas-de-final.

Vai pipocar?
O duelo, que começou sob a suspeita de ser um jogo de compadres devido à possibilidade de ambas as equipes avançarem com um empate, levantou outra suspeita logo em seu início: a de que o México iria “pipocar” novamente. Apresentando times interessantes e sempre cotado para ser a surpresa, o selecionado mexicano sempre dá um jeito de perder jogos ganhos.

E logo aos seis minutos, quase entregou o ouro aos uruguaios. No lance, uma bola lançada despretenciosamente acabou sobrando para o atacante Luís Suarez após um corte estabanado do zagueiro mexicano, mas o jogador da Celeste errou a finalização, por muito pouco. Uma sucessão de cruzamentos perigosos também assustou o “baixinho” goleiro Pérez, mas com o tempo, os mexicanos se assentaram na partida.

Aos 22 minutos, veio o primeiro lance de real perigo do time verde-e-branco, através do meia Guardado. O jogador desferiu potente chute de fora da área, e a bola carimbou o travessão. Quando a partida caminhava para um empate no primeiro tempo, Suarez, endiabrado, deixou sua marca aos 43 minutos, após receber cruzamento de Cavani e cabecear sem chances para o goleiro mexicano, decretando a vitória uruguaia de maneira parcial.

No intervalo, a África do Sul batia a França por 2 a 0, e precisava tirar uma diferença de dois gols de saldo para ultrapassar o time mexicano. Temendo o pior, a equipe comandada pelo técnico Javier Aguirre voltou motivada para buscar o empate. Mesmo assim, quem criou primeiro foi o Uruguai.

Aos nove minutos, Forlán cruzou e o zagueiro Lugano testou firme, para bela defesa de Pérez. Dez minutos depois veio a resposta do México, quando Maza recebeu cruzamento à meia altura, e livre dentro da pequena área, mergulhou cabeceando para fora. O alento, porém, veio de longe, quando chegou a notícia de que a França teria marcado um gol contra os sul-africanos.

A partir daí, o duelo caiu de produção, e mesmo com a tímida pressão do México pelo empate, o Uruguai saiu vencedor, mantendo a invencibilidade dos times sul-americanos neste Mundial e garantindo o primeiro lugar do Grupo A.

Ficha Técnica

México 0 x 1 Uruguai

Local: Estádio Royal Bafokeng, em Rustemburgo, na África do Sul
Árbitro: Viktor Kassai (HUN)
Cartões amarelos: Israel Castro (México) e Javier Hernández (México); Fucile (Uruguai).
Gols: Luís Suarez aos 43’/1T (Uruguai)

México
Óscar Perez; Hector Moreno (Castro), Maza, Ricardo Osório e Carlos Salcido; Rafa Marquez, Torrado, Guardado (Barrera) e Blanco (Hernández); Giovani dos Santos e Guillermo Franco.
Técnico: Javier Aguirre

Uruguai
Muslera; Maxi Pereira, Lugano, Victorino e Fucile; Diego Pérez, Álvaro Pereira (Scotti) e Arévalo; Edinson Cavani, Luís Suarez (Alvaro Fernández) e Diego Forlán.
Técnico: Oscar Tabarez