Três gols, três pontos mais perto da elite

O Bahia venceu o Náutico por 3 a 0, em Pituaçu, e segue consolidando sua posição entre os quatro melhores da Série B 2010. Os gols da vitória do Tricolor foram marcados por Adriano “Michael Jackson”, o novo xodó da torcida.

O clássico nordestino começou com as duas equipes demonstrando muita disposição em campo, e o placar poderia ter sido aberto logo nos primeiros minutos de jogo. O Náutico teve uma grande chance com Geilson, aos 30 segundos de jogo, num chute perigoso dentro da área.

O Bahia mostrava-se seguro em campo, e respondeu com Jael, aos 5 minutos, exigindo boa intervenção de Gledson, num chute cruzado. No embalo da torcida, que novamente compareceu em Pituaçu, o Bahia quase marca com Fábio Bahia, que chutou da entrada da área. Gledson defendeu em dois tempos.

Numa forte dividida com Jeff Silva, o lateral Jancarlos sentiu uma pancada no joelho direito e teve que ser substituído por Leandro, deslocando Fábio Bahia para a lateral-direita. Logo depois, aos 22 minutos, Márcio Tinga chegou duro demais em Ávine e recebeu cartão vermelho direto.

Com um jogador a mais, o Bahia logo se aproveitou da vantagem numérica e abriu o placar. Aos 24 minutos, Morais fez boa jogada pela esquerda e cruzou para Adriano completar para o gol. O chute saiu fraco, mas Gledson aceitou, entre as pernas.

A partir do gol marcado, o Tricolor passou a comandar o meio-campo e não deixou mais o time pernambucano criar chances de gol. Aos 39 minutos, Helder fez belo cruzamento para Adriano “Michael Jackson” fazer o segundo dele, de cabeça. O primeiro tempo terminou com a impressão de que o Esquadrão poderia ter feito mais gols.

Na segunda etapa, o Bahia voltou com a mesma vontade do intervalo e continuou em cima to Timbu, que sufocado, tentava se defender. Logo aos 3 minutos, o Bahia ampliou o placar. Adriano recebeu excelente passe de Ávine, driblou o goleiro Gledson e marcou o seu terceiro gol no jogo, o oitavo no campeonato.

Com mais posse de bola, o Tricolor controlava o jogo, girando a bola pacientemente, e aproveitava os espaços do campo. Com grande desvantagem no placar, o time pernambucano tentava algumas jogadas com Erick Flores, mas parava na defesa do Bahia, bem postada.

No restante do jogo, o Bahia “cozinhou” o jogo, e esperou o tempo passar. Rogerinho e Everton substituíram Jael e Morais e deram mais fôlego ao Tricolor. O Bahia alcançou o 15º triunfo na competição o 8º em Pituaçu.
Bahia 3 x 0 Náutico
Campeonato Brasileiro da Série B – 29ª Rodada
Data:
16/10/2010 (Sábado), às 16h
Local: Estádio Pituaçu, em Salvador-BA
Arbitragem: Wilton Pereira Sampaio (DF), auxiliado por João Antônio Sousa Paulo Neto (DF) e Ciro Chaban Junqueira (DF).

Bahia: Fernando; Jancarlos (Leandro), Alison, Nen e Ávine; Marcone, Fábio Bahia, Hélder e Morais (Rogerinho); Adriano e Jael (Everton). Técnico: Márcio Araújo.

Náutico: Glédson; Walter, Wescley e Márcio Tinga; Wilton Goiano, Rodrigo Pontes, Nilson (Auremir), Giovani (Bruno Veiga) e Jeff Silva; Joélson (Erick Flores) e Geílson. Técnico: Roberto Fernandes.

fonte:futebolbaiano.net