Técnico do Vitória não admite

A situação do Vitória no Campeonato Brasileiro é das mais complicadas. Com a derrota por 2 a 1 para o Corinthians, o time, que soma 31 pontos, caiu para a 17ª colocação e voltou para a zona do rebaixamento. Daqui até o final da competição, são oito jogos por realizar, a começar pelo Criciúma, partida marcada para o próximo sábado, às 17h30 (horário de Salvador, no Barradão).

Depois dos catarinenses, o Vitória enfrenta, na sequência, Grêmio, São Paulo, Chapecoense, Coritiba, Figueirense, Flamengo e Santos. Inegavelmente, uma sequência dura. No entanto, na visão do técnico Ney Franco, todos os clubes que lutam na parte de baixo da tabela terão, daqui para frente, um caminho árduo. Por tanto, contra o Criciúma, dentro de casa, não há de pensar em outro resultado que não seja o triunfo.

– Nós temos quatro jogos em casa e quatro fora. Até o jogo contra o Cruzeiro, fizemos bem o dever de casa. Perdemos para o Cruzeiro quando estávamos em um momento bom. Agora, temos o Criciúma em casa. O nosso caminho, assim como o de todas as equipes, é um caminho difícil. Nosso próximo é de duas equipes que querem escapar do rebaixamento. Dentro de casa, não podemos admitir outro resultado que não a vitória. Depois, jogamos contra o Grêmio, que luta por um espaço na zona do G-4, e depois o São Paulo dentro de casa. Para todo mundo que está lá embaixo, vai ser pedreira – finaliza o treinador.

(Foto: Felipe Oliveira/ divulgação/ EC Vitória)
Conteúdo:Globoesportes