Show de Souza

No duelo entre o líder e o lanterna do Campeonato Baiano, deu a lógica. O Bahia, com direito a show de Souza, não tomou conhecimento do Itabuna, neste domingo (25), em Pituaçu, e venceu o Dragão por 7 a 1. O tricolor voltou a golear e, somando à fragilidade do adversário, mostrou um futebol diferente das últimas rodadas. Com o triunfo, o Esquadrão chegou aos 39 pontos e se mantém na liderança do Baianão. Na próxima quarta-feira (28), o tricolor viaja até Feira de Santana para encarar o Feirense.

Foto: Felipe Oliveira/Ag Haack/Bahia Notícias

Sem dificuldades, Souza faz 2 a 0

Dentro de casa e contra o Itabuna, lanterna da competição, o Bahia começou o jogo mostrando porque é o líder do Campeonato Baiano. Buscando o gol desde o início da parte, com boas trocas de passe, o tricolor só precisou de 1min50 para abrir o placar. Após cobrança de escanteio, o artilheiro Souza marcou o seu 14º no Baianão. Depois do gol, o jogo ficou amarrado, sem criação de boas jogadas dos dois lados. Com maior posse de bola, o Bahia tentava chegar ao ataque, mas sem sucesso. Até que aos 15 minutos Souza tabela com Magno, recebe na frente, passa pelo goleiro e marca um bonito gol em Pituaçu.
Com vontade de ampliar ainda mais o placar, o Bahia se manteve no ataque. Aos 21 minutos, William Matheus levanta a bola para Jones. O atacante, livre, não pegou bem na bola e mandou pela linha de fundo. Um minuto depois, Zé Roberto faz boa jogada pelo meio, enfia para Souza, mas Felipe Lima aparece para interceptar. Enquanto os donos da casa apostavam nas jogadas de velocidade para chegar ao gol, aproveitando a fragilidade do rival, o Itabuna seguia sem criar perigo ao gol de Marcelo Lomba.
A defesa do Itabuna não criava nenhuma dificuldade para os jogadores do tricolor, que esbarravam apenas nos próprios erros, com muitos passes errados. As poucas vezes que os visitantes chegaram foi pela direita, aproveitando a fragilidade de cobertura de Madson.  Como aos 42 minutos, quando Fernando Baiano invade a área e bate por cima do gol do Bahia. No último minuto da primeira etapa, o Dragão teve uma boa chance de diminuir. A zaga do tricolor vacila, mas Felipe Lima se complica sozinho e Donato afasta o perigo.

Souza faz mais dois e triunfo vira goleada 

De volta para o segundo tempo, o Bahia continuou esbarrando apenas em seus próprios erros. Logo no primeiro minuto, após falha de Donato, Neto Baiano arrisca de longe e a bola passa à direita do gol de Marcelo Lomba. Porém, foi apenas uma displicência inicial. Um minuto depois, Souza enfia para Madson que invade a área e sofre pênalti. O camisa 9 do tricolor bate e marca o terceiro gol do Bahia e o seu terceiro na partida. Mas o artilheiro ainda não estava satisfeito. Aos 5 minutos, o Caveirão é lançado na frente, toca de cobertura e faz mais um golaço em Pituaçu.
Se o Itabuna já estava fragilizado no primeiro tempo, na segunda etapa a facilidade só aumentou. O lado esquerdo do Dragão se tornou uma avenida para os jogadores do Bahia e Mádson soube se aproveitar disso. Aos 13 minutos, o lateral invade a área e toca na medida para Magno fazer o quinto gol tricolor. Com o resultado garantido, o técnico Falcão aproveitou para dá ritmo de jogo aos atletas que vinham sem atuar a algum tempo. Luinha entrou no lugar de Jones e Coelho no lugar de Zé Roberto.

Bahia aumenta o placar e Itabuna consegue marcar o gol de honra
O sexto gol do Bahia não aconteceu por pouco. Aos 25 minutos, Coelho cruza, Lenine toca a bola no travessão, no rebote, ela sai pela linha de fundo. Cinco minutos depois, novamente os donos da casa desperdiçaram a chance de ampliar ainda mais o placar. Após falha da defesa, Júnior fica sozinho na área e Pedro faz boa defesa. No final da partida, o ritmo do jogo diminuiu. Ainda errando muito o último passe, o Bahia tentava chegar, mas sem criar tanto perigo. Porém, ainda houve espaço para o sexto. De tanto tentar, Júnior conseguiu deixar o dele. Com passe de Souza, o nome do jogo, o “Anjo Loiro”, ampliou o placar aos 41 minutos. Parou por aí? Não. O Itabuna conseguiu, com Felipe, fazer o seu gol de honra, aos 43 minutos. Para “descontar”, Leninine fez mais um para o Bahia, após boa jogada de Magno, para alegria da torcida tricolor

Fonte: Bahia Notícias