Série B: Portuguesa volta à liderança e Ponte pode pagar caro por erro

A Ponte Preta pode colocar as barbas de molho. A idéia infeliz de escalar um time misto contra o Sport Recife, neste sábado à noite, pode significar a perda da liderança do Campeonato Brasileiro da Série B. Mesmo porque a ponta já não lhe pertence. Mesmo que de forma provisória, a Portuguesa voltou à liderança depois de vencer o Salgueiro, por 1 a 0, em São Paulo, nesta sexta-feira à noite, pela 10.ª rodada. Além disso, o Vitória venceu o Bragantino e entrou no G4, grupo de acesso, e o Vila Nova se aproximou da turma da frente. Os três mandantes venceram.

Os dois times paulistas, agora, tem os mesmos 20 pontos. A Lusa, porém, apresenta melhor saldo de gols: 14 a 12. Se a Ponte perder para o Sport, na Ilha do Retiro, não vai retomar a ponta nesta rodada. E terá que se recuperar, justamente, no dérbi, diante do Guarani, dia 16, dentro do seu campo, o Estádio Moisés Lucarelli, pela 11.ª rodada.

Sofreu, mas valeu
Foi muito difícil para a Portuguesa superar o bom esquema defensivo armado pelo técnico Neco no modesto Salgueiro. Coube à Edno, sempre ele, marcar o gol da vitória no segundo tempo. Ele já tem sete gols, dois a menos do que Ricardo Jesus, da Ponte Preta e lidera dos artilheiros.

O Salgueiro não mereceu perder, mas volta para Pernambuco com a sua quinta derrota na bagagem. Com nove pontos volta para a 17.ª posição, e deve terminar a rodada dentro da zona de rebaixamento.

Vitória em alta
O rubro-negro baiano está confirmando a sua ascensão, como previa o técnico Geninho e garantia o esperto supervisor Oscar Yamatto. Tanto que venceu bem o Bragantino, por 4 a 1, dentro do Estádio de Pituaçu (o Barradão passa por reformas), chegando aos 17 pontos, em quarto lugar. Mas pode perder a posição para o Americana, também com 17 pontos, mas que vai atuar em casa, neste sábado, diante do Boa Esporte.

O Bragantino ainda não contou com muitos reforços que chegaram ao clube nestes dias e continua com nove pontos, em penúltimo lugar e ainda ameaçado pelo rebaixamento. O time foi prejudicado pela expulsão infantil de Otacílio Neto, que fazia sua estréia. Ele deixou o capo ainda no primeiro tempo, quando o jogo estava 2 a 1 para os baianos. Os gols do time da casa foram marcados por Marcelo, Neto Baiano, de pênalti, Edu, de cabeça, e Fernandinho. Para o time paulista marcou Deyvid Saconni, num belo chute de longe.

Vila faz lição de casa
No Estádio Serra Dourada o Vila Nova mostrou que tem condições de brigar pelas primeiras posição ao vencer o São Caetano, por 2 a 0, com gols de Leandro Cearense, de cabeça, e Ricardinho, de falta.

O Vila Nova já tem 14 pontos, em sétimo lugar, enquanto o São Caetano continua com 10 pontos, em 14.º lugar, ainda bastante irregular. A falta de comando diretivo do clube deve aumentar com a morte brutal do vice-presidente Batata. Afinal, o presidente Nairo Ferreira de Souza nunca teve como ponto forte o futebol, mas o lado administrativo.

Jogos à noite
No sábado, serão quatro jogos nos horários das 21h e 21h10, por conta do duelo da Seleção Brasileira na Copa América. No domingo, Guarani e ABC se enfrentam às 11 horas, no Estádio Brinco de Ouro.

A rodada começou terça-feira com dois jogos. O Criciúma venceu o Goiás, por 1 a 0, enquanto o Duque de Caxias ainda não conseguiu vencer ao empatar, por 2 a 2, com o Grêmio Barueri.

Confira os resultados e jogos da 10.ª rodada da Série B:

Terça-feira
Criciúma 1 x 0 Goiás
Duque de Caxias 2 x 2 Grêmio Barueri

Sexta-feira
Vitória 4 x 1 Bragantino
Portuguesa 1 x 0 Salgueiro
Vila Nova 2 x 0 São Caetano

Sábado

21 horas
Americana x Boa Esporte

21h10
Icasa x Náutico
Sport x Ponte Preta
ASA x Paraná

Domingo
11 horas

Guarani x ABC