Publicidade


Série B

O artilheiro Neto Baiano, como poucas vezes, passou em branco durante noventa minutos. Não fez falta ao Vitória. Com gols de Pedro Ken e Mineiro, o rubro-negro baiano conseguiu derrotar o Avaí por 2 a 0 e vencer mais uma partida no Campeonato Brasileiro da Série B, jogando no Barradão. O resultado positivo mantém o Leão no grupo dos quatro primeiros colocados, quatro a mais que o quinto, São Caetano. Na próxima rodada, em Natal, o time baiano enfrenta o ABC, às 16h20.

Foto: Agencia Estado

Primeiro tempo equilibrado
O Vitória, logo aos seis minutos, tratou de mostrar o cartão de visita ao Avaí. Uelliton aplicou um belo chapéu no adversário e lançou Neto Baiano. O centroavante, quase caído, conseguiu dominar e tocar para Marquinhos. O atacante entrou sozinha na grande área, mas, na hora do chute, vacilou. Um peteleco em cima do goleiro Diego. O rubro-negro baiano continuou em cima. Nino Paraíba, que voltava ao time após dois meses, fez boa jogada pelo lado direito. Fintou o adversário, mas a finalização passou por cima da meta. O Vitória não conseguia transformar a superioridade em oportunidades de gol. A falta de tranquilidade na hora do último passe quase custou caro ao time da casa. Aos 21, o zagueiro Cássio resolveu dar uma de atacante. Pegou a bola na defesa e disparou. Após tabela com Patrick, ficou de cara com Douglas e tocou por cima do goleiro 1. A sorte foi que Victor Ramos apareceu e cortou. O rebote voltou para o zagueiro do Avaí, que tentou por cobertura e acertou o travessão.  O time catarinense mostrou as garras, de novo, no minuto seguinte. O atacante Acosta recebeu lançamento e bateu, da entrada da grande área. O arremate passou perto do gol de Douglas. O sistema defensivo não cansou de falhar. Aos 24, o zagueiro Rodrigo errou o passe e entregou a bola a Diogo Orlando, que chutou para fora. A equipe rubro-negra só voltou a dar o ar da graça com Mansur, aos 32 minutos. O lateral-esquerdo fez jogada individual, mas, na hora de bater, pegou fraco demais na bola. Quarente e cinco minutos de um duelo equilibrado. Não para Marquinhos. Ao deixar o gramado, o atacante reclamou dos companheiros e pediu uma nova postura na etapa final.

Pedro Ken desencanta
No intervalo, o Vitória fez duas mudanças. Gabriel Paulista e Marco Aurélio substituíram Rodrigo e Tartá. O primeiro por muito pouco quase não abre o marcador.  O zagueiro aproveitou cobrança de falta feita por Pedro Ken e obrigou uma bela defesa do goleiro Diego. Aos 11, o arqueiro do Avaí contou com a sorte. Uelliton desviou de cabeça, após escanteio, e na hora da conclusão de Marco Aurélio o auxiliar marcou impedimento. Pouco depois, o volante Uelliton se transformou em garçom e deu uma bela assistência de bandeja para Marquinhos. O camisa 8, atrás da linha do meio de campo, fez um belo lançamento. Sem deixar cair, o atacante tentou por cobertura e desperdiçou. Se a bola não chegava, o jeito foi voltar e buscar o jogo. Aos 23, o atacante Marco Aurélio encheu o pé de fora e Diego fez boa defesa, espalmando para escanteio. O Avaí errava demais e não assustava. Só conseguiu chegar aos 26. Laércio chutou cruzado e Douglas mandou para escanteio. Foi apenas um suspiro. Aos 29, Pedro Ken botou o Vitória na frente do placar. Neto Baiano, de costas para o gol, só rolou a bola para o companheiro. O meia bateu colocado e correu para comemorar com a torcida.

Mineiro mata o jogo
Aos 37, o Avaí fez a última. Entrou em campo o atacante Evando, que já passou pelo futebol baiano. Por muito pouco a mudança não surtiu efeito imediato. Cleber Santana cobrou falta de longe e o atacante pulou na frente de Douglas, que não conseguiu o desvio. Mas, para sorte do Vitória, o árbitro marcou posição irregular de Evando. Aos 44 deu tempo para mais um. O volante fez jogada individual, passou por dois e bateu na saída do goleiro. Vitória 2 a 0.

FICHA TÉCNICA
SÉRIE B
Vitória 2 x 0 Avaí
Local: Estádio Manoel Barradas (Barradão), em Salvador (BA)
Data: Sábado, 29 de junho.
Árbitro: Marcelo Aparecido R. de Souza (SP-CBF).
Assistentes: Herman Brumel Vani (SP-CBF) e Celso Barbosa de Oliveira (SP-CBF).
Cartões amarelos: Nino Paraíba, Marquinhos, Mineiro, Neto Baiano e Rodrigo Mancha (Vitória) / Diogo Orlando, Patrick e Cleber Santana (Avaí)
Cartão vermelho: Marcinho Guerreiro (Avaí)
Gols: Pedro Ken e Mineiro (Vitória)

Vitória: Douglas; Nino Paraíba, Victor Ramos, Rodrigo (Gabriel Paulista) e Mansur; Uelliton, Mancha, Pedro Ken e Tartá (Marco Aurélio); Neto Baiano e Marquinhos (Mineiro). Técnico: Paulo César Carpegiani.

Avaí: Diego, Arlan (Jefferson Maranhão), Cássio, Sillva e Aelson; Marcinho Gerreiro, Diogo Orlando (Evando), Patrick e Cleber Santana; Acosta e Felipe Alves (Laércio). Técnico: Hemerson Maria.

Fonte: Bahia Noticias