Seleção brasileira joga mal, perde por 5 a 0 e está fora da briga pelo inédito

A primeira chance da partida foi do Brasil. Após cruzamento de Wanderson da direita, a bola chegou limpa para Leandrinho, que mandou por cima do gol. Aos cinco, foi a vez de Wesley finalizar da entrada da área. Bem colocado, o goleiro Babak defendeu tranquilamente. Aos 11, Wesley foi lançado na frente e dividiu com o goleiro. A bola sobrou limpa para Leandrinho, que chutou já sem goleiro, mas o zagueiro Jangjou apareceu para salvar o Irã. Aos 14, o Brasil acabou castigado, pois Rasoul Atashafrouz recebeu na frente e abriu o placar para os iranianos.

Aos 21, o Irã teve mais uma chance em contra-ataque. Dessa vez, Marcão pegou o chute de Mehri, que tinha endereço certo. Cinco minutos depois, Tiz Boz cobrou falta e lá estava o goleiro brasileiro para fazer a defesa. A resposta do Brasil veio segundos depois. Em chute de fora da área, Leandrinho buscou o ângulo, e Babak foi buscar. Os 29, o Irã chegou ao seu segundo gol. Após jogada pela direita, Atashsfrouz chutou cruzado e Jamali apareceu para completar para o fundo do barbante: 2 a 0, placar da etapa.

Flávio DilascioRio de Janeiro