Salgueiro x Vitória – Leão quer esquecer o passado

Começar uma vida nova no Campeonato Brasileiro da Série B. Na estreia do técnico Vágner Benazzi, o Vitória tenta sair do atoleiro em que se meteu nas últimas rodadas. E para isso terá de afundar o Slagueiro, que também vive uma crise, neste sábado, às 16h20, no Estádio Ademir Cunha, em Paulista, pela 15ª rodada.

Seriamente ameaçado pelo rebaixamento, o técnico Neco já vê seu cargo balançar no Carcará do Sertão. E não é para menos. Nas últimas oito rodadas, o time pernambucano vem em queda. Venceu apenas um jogo desde então, tendo empatado dois e perdido outros cinco. A derrota para o Vila Nova, por 1 a 0, na últimas rodada, o derrubou para o penúltimo lugar, com 13 pontos.

O Leão, por sua vez, não vive uma situação muito melhor. Benazzi, que assume a vaga de Geninho, tenta por fim à série de quatro derrotas consecutivas; a última para o Boa Esporte, por 1 a 0, em casa. O declínio nas últimas rodadas tiraram os baianos da luta pelo acesso e os aproximaram da zona da morte. Hoje, soma apenas 17 pontos. Um a mais que Icasa e São Caetano, primeiros clubes na degola.

Jogo da sobrevivência
Apesar da diretoria do Salgueiro bancar sua permanência, o técnico Neco está na corda bamba. Por isso, uma vitória neste sábado é de fundamental importância para o futuro do comandante, já que um novo tropeço deve resultar na mudança da comissão técnica.

O Carcará está praticamente definido para a “decisão”. O meia Élvis sentiu uma contratura na coxa direita e foi vetado pelo departamento médico. Por outro lado, o atacante Júnior Ferrim voltou a treinar com bola e está à disposição de Neco, mas deve ficar apenas como opção no banco de reservas.

“Conversei com o presidente e ele me deu segurança. Cheguei a falar que se quisesse trazer alguém, que fosse vir para melhorar o time, ele se sentisse à vontade. Afinal tem situações inexplicáveis no futebol. Sinceramente, não sei o que está acontecendo. Estamos criando, jogando bem, mas a bola simplesmente não está entrando”, comentou o treinador, que chegou a colocar o cargo à disposição no início da semana.

Botando ordem na casa
O técnico Vagner Benazzi iniciou seus trabalhos no Vitória e chegou colocando a casa em ordem. Contratados com status de craques, os meias Lúcio Flávio e Geraldo, além do atacante Geovanni, não estão garantidos no time titular. Pelo menos é o que deu a entender o novo comandante.

Sem muito tempo para trabalhar, Benazzi deve realizar poucas mudanças em relação ao time titular que perdeu para o Boa Esporte na última rodada. Os experientes Lúcio Flávio, Geraldo e Geovanni provavelmente serão mantidos, mas o treinador vai conversar melhor com os três jogadores para saber suas reais condições físicas.

“Não vou segurar ninguém com o passado. Vou conversar com eles e se eles me disserem que não conseguem fazer com velocidade, eu mudo. Quem foi contratado pra resolver, não está resolvendo”, afirmou o treinador, que não contará com o zagueiro Alison, lesionado, e deve promover a entrada do jovem Romário.

O zagueiro Maurício e o volante Zé Carlos retornam após cumprirem suspensão automática, enquanto Neto Baiano foi liberado pelo departamento médico depois de sentir dores na coxa. O jovem atacante Rildo foi expulso e fica de fora. Diante do Boa Esporte, ele tentou agredir o árbitro após ter recebido o cartão vermelho e ainda não foi julgado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), mas deve receber uma pena pesada.

Local
Estádio Ademir Cunha, em Salgueiro

Árbitro
Jéfferson Schimidt (SC)

Assistentes
Nadine S. Camara Bastos (SC) e Marco Antônio Martins (SC)

Salgueiro

Marcelo;
Rogério Serra, Henrique, Eridon e Josa;
Pio, Diego Paulista, Clebson e Rosembrik;
Fabrício Ceará e Ricardinho.

Técnico: Neco

Vitória

Fernando;
Nino, Maurício, Romário e Fernandinho;
Zé Luís, Uelliton, Geraldo e Lúcio Flávio;
Geovanni e Neto Baiano.

Técnico: Vágner Benazzi