Ricardo Silva muda a equipe para enfrentar o Náutico

O filme parece que quer se repetir. O Vitória vivia um momento ruim e o técnico Ricardo Silva já havia sido demitido. Paulo Cesar Carpegiani era esperado em Salvador, pois já tinha passagem comprada.

No entanto, um triunfo por 1 x 0 sobre o Náutico, mesmo adversário de terça-feira, fez o técnico Ricardo Silva ser readmitido no cargo e posteriormente o Vitória chegaria à final da Copa do Brasil.

Mais uma vez o “quebra-galho” do Leão foi chamado e o destino o colocou novamente à frente do Náutico. Sem pressa para contactar novos treinadores, a diretoria rubro-negra confirmou Ricardo para comandar o time nos Aflitos.

O treinador interino ainda não definiu a equipe, mas já confirmou a estreia de Chiquinho na lateral esquerda no lugar de Fernandinho. No meio campo, Geraldo, Geovanni e Lúcio FLávio disputam duas vagas.

Alison retorna de contusão e está confirmado na defesa, possivelmente ao lado do contestado Maurício. No ataque, Marquinhos e Rildo podem reaparecer e brigar por uma vaga ao lado de Neto Baiano.