Quem errou?

Um dia depois de vencer o São Paulo por 4 a 3 a diretoria do Atlético (GO) terá um enorme problema para resolver. O meia Bida foi pego no exame anti-doping em exame realizado antes do jogo contra o Fluminense, no dia 24 de Junho.

Serão 60 dias para apresentar a defesa

O diretor de Futebol do Atlético (GO), Adson Batista, garante que o clube irá dar toda assistência ao jogador, além disso garantiu que o atleta foi medicado pelo próprio clube. “Nesse momento precisamos resolver esse problema e não procurar culpados.

Nesta quinta-feira, Adson Batista  já havia confirmado que o atleta ingeriu medicamento proibido. O dirigente e o médico Sandro Barreto, no entanto, não divulgaram o nome da substância.

Dois jogadores chegaram a tomar o mesmo medicamento, mas por sorte não foram pegos. Eu não vou revelar os nomes dos atletas para não expor os profissionais. Esse caso servirá para melhorarmos o nosso departamento e o Bida poderá crescer com o episódio”, comentou.

O time goiano terá até 60 dias para apresentar a defesa de Bida. “Os prazos vão depender da portaria que a CBF baixar. Fomos comunicados e antecipamos os fatos porque nem chegamos a ser notificados. Trabalhamos sempre com a verdade. Acredito que teremos de 30 a 60 para apresentarmos a defesa”, disse.

Ao saber do resultado do exame o clube pediu uma contraprova do exame, com isso aguarda os resultados para saber se o meia será punido preventivamente ou não.

Fontes: Bocão News e Globoesporte. com