Que venha a Lusa!

Mesmo com dificuldades no primeiro tempo, o Bahia não deu chances ao Remo no retorno do intervalo e goleou a equipe paraense por 4 x 0, nesta noite de quinta-feira (19), no estádio de Pituaçu, pela Copa do Brasil. Com este resultado, o tricolor passou para as oitavas de final da competição e já na próxima semana, no dia 25, a equipe baiana vai encarar a Portuguesa, no Canindé, pelo primeiro jogo desta fase.

Foto: Max Haack / Agência Haack / Bahia Notícias

 

Tricolor pressiona e não consegue sair de marcação do Remo
Mesmo pressionando o adversário durante praticamente os noventa minutos, o Bahia teve muitas dificuldades no primeiro tempo do confronto com os paraenses. Explorando a velocidade do trio formado por Lulinha, Morais e Gabriel, o tricolor manteve a posse de bola, mas criou poucas oportunidades de abrir o placar.

A melhor delas aconteceu aos dez minutos, com o atacante Júnior. O Diabo Loiro recebeu passe da direita de Madson e chegou soltando a bomba, obrigando o goleiro Adriano a fazer uma linda defesa. O centroavante tricolor lamentou muito o lance, que poderia dar mais tranquilidade ao time da casa.

Exatamente um minuto depois, na sequência da jogada, os visitantes tiveram a melhor chance até então. O habilidoso Thiago Cametá lançou Reis, que entrou na grande área e ficou sozinho com Marcelo Lomba. O arqueiro tricolor conseguiu fechar o ângulo do atleta paraense, salvando o tricolor.

A partir daí, o Remo forçou ainda mais sua marcação no sistema defensivo, dificultando a vida dos atacantes baianos.

Bahia acha o caminho do gol e garante classificação
Precisando de apenas um gol para garantir classificação à próxima fase da competição, o tricolor conseguiu tirar o zero do marcador somente aos 13 da etapa final. Após troca de passes entre Morais e Madson, o garoto entrou na grande área e rolou a bola para a marca do pênalti, para a chegada de Lulinha, que bateu por cima de Adriano, fazendo a festa da torcida tricolor.

Mais tranquilo depois do gol, o tricolor procurou ter mais paciência para tocar a bola, já que o adversário partiu para o desespero, deixando espaços na defesa. E explorando essa deficiência da zaga paraense, o time de Falcão ampliou aos 28. Aproveitando um cruzamento de Gabriel, o defensor Rafael Donato subiu mais do que todo mundo e testou firme, no ângulo de Adriano.

Completamente atordoado em campo, o Remo sofreu o terceiro aos 30 e de novo em uma cobrança de escanteio. Gabriel voltou a colocar a bola na área, mas desta vez na cabeça de Júnior, que cabeceou bonito, no canto de Adriano.

E para fechar o caixão paraense, o jovem Vander resolveu aprontar aos 34. Depois de uma falha de Diego Barros, ele entrou na área, driblou o goleiro e chutou para o gol. Contudo, o defensor conseguiu tirar em cima da linha, mas, no rebote, o próprio meia tricolor bateu para o fundo das redes, confirmando a classificação baiana.

FICHA TÉCNICA
Bahia 4 x 0 Remo
Local: Estádio de Pituaçu, em Salvador (BA)
Data: 19/04/2012
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (FIFA/RJ)
Auxiliares: Wagner de Almeida Santos (CBF/RJ) e João Luiz Coelho de Albuquerque (CBF/RJ).
Público: 14.890

Bahia: Marcelo Lomba; Madson, Rafael Donato, Titi e Helder (Danny Morais); Fahel, Diones (Fabinho), Gabriel e Morais; Lulinha e Júnior (Vander). Técnico: Paulo Roberto Falcão.

Remo: Adriano, Thiago Cametá, Edinho, Diego Barros, Aldivan (Marciano); Juan Sosa, Jonathan, Adenisio (Alan Peterson), Magnum, Reis (Joãozinho) e Fábio Oliveira. Técnico: Flávio Lopes.

Fonte: Bahia Notícias