Portugueses arrasadores!

A arrasadora seleção de Portugal desbancou a Coreia do Norte ao assinalar a maior goleada da história de seu país nas Copas do Mundo e também a maior da edição da África do Sul. Em partida realizada no Estádio Green Point, na Cidade do Cabo, na manhã desta segunda-feira, pela 2.ª rodada do Grupo G, o confronto entre as seleções se repetiu depois de 44 anos. Portugal venceu, desta vez, por 7 a 0, e deu um importante passo rumo à classificação. O último confronto entre os dois países, a seleção lusa venceu por 5 a 3.

O técnico Carlos Queiroz não quis saber da Coreia do Norte e montou um esquema ofensivo, que desbancou a equipe de Kim Jong-Hun. Os norte-coreanos iniciaram a partida de forma ofensiva o que deu a impressão de que a história do jogo seria outra. No entanto, a entrada de Raúl Meireles e Tiago, nos lugares dos brasileiros Deco e Liedson, mudou a postura da equipe que arrasou os asiáticos.

Com a goleada, Portugal praticamente assegurou a segunda vaga no Grupo G, já que a Coreia do Norte somou sua segunda derrota e a Costa do Marfim perdeu para o Brasil. Agora, os portugueses têm a vantagem do saldo de gols e só perdem a classificação se perderem para os brasileiros e os marfinenses vencerem a Coréia e superarem a equipe lusa no saldo de gols, que atingiu uma excelente marca (7 gols de saldo).

O jogo
A partida começou de forma eletrizante. Portugal, em busca de sua classificação, foi pra cima da Coreia do Norte e por pouco não abriu o placar logo no início.

Aos sete minutos, Meireles lançou para Simão, que avançou e conseguiu escanteio. Na cobrança, Ricardo Carvalho subiu de cabeça e acertou a trave.

Os norte-coreanos buscaram a ofensividade e mostraram tranquilidade nos contra-ataques. Aos 11 minutos, Tae Se fez boa jogada e passou para Jong Hyok, que chutou de longe, mas a bola passou perto da trave de Eduardo.

Em partida muito equilibrada, as duas seleções criaram boas oportunidades no setor ofensivo. Os goleiros precisaram trabalhar bastante para não sofrerem gols.

Pela direita, aos 20 minutos, Young Jo entrou na área, chutou forte cruzado e o goleiro Eduardo espalmou para o alto dentro da grande área. No entanto, na sobra, Tae Se cabeceou para fora. O lance levou muito perigo para a meta portuguesa.

Os norte-coreanos se impuseram na partida e mostraram muita personalidade. A equipe portuguesa se fechou em seu campo defensivo e buscou os contra-ataques rápidos com o atacante Cristiano Ronaldo.

Quando parecia que o gol dos asiáticos estava perto de acontecer, o time de Carlos Queiros conseguiu mostrar seu poder de ataque.

Aos 28 minutos, Tiago achou Raúl Meireles, que surgiu como elemento surpresa dentro da área e bateu rasteiro na saída do goleiro Ri Myong Guk. O gol saiu em um momento importante para Portugal, já que a seleção de Kim Jong-Hun pressionava os portugueses.

Disciplinados em campo, os norte-coreanos passaram todo o primeiro tempo sem cometer uma falta sequer. Em desvantagem no placar, os asiáticos mostraram muito equilíbrio e avançaram a marcação e, com isso, encontraram espaços na defesa portuguesa.

Aos 37 minutos, Non Chol sofreu falta na entrada da área, porém, na cobrança, Yong Jo acertou a barreira e desperdiçou uma boa oportunidade.

No final da primeira etapa, Tiago fez jogada parecida com a do primeiro gol, aos 43 minutos, e por pouco Raúl Meireles, que se apresentou novamente como elemento surpresa, não ampliou o placar. O zagueiro norte-coreano cortou o chute.

Arrasador
No segundo tempo, a seleção de Portugal voltou arrasadora e massacrou os asiáticos ao liquidar a partida nos primeiros 15 minutos da etapa final. Se no primeiro tempo, os norte-coreanos conseguiram uma partida equilibrada, no segundo, foram “nocauteadas” e ficaram perdidos em campo.

Logo aos oito minutos, Miguel colocou a bola no peito de Meireles, que passou para Hugo Almeida, os dois construíram boa tabela na entrada da grande área e passaram para Simão, que entrou em velocidade e colocou entre as pernas de Myong Guk.

O segundo gol abriu a contagem para uma goleada e, dois minutos depois, os portugueses armaram um ótimo contra-ataque pela esquerda. Coentrão saiu em velocidade e cruzou na cabeça de Hugo Almeida, que mandou para o fundo das redes.

Com três gols no placar Portugal não se cansou. As substituições de Carlos Queiros mudaram a postura de equipe. Raúl Meireles participou de todas as jogadas de ataque e, aos 15 minutos, passou para Cristiano Ronaldo, que avançou sozinho e passou para Tiago, que entrou no lugar de Deco, empurrar para o fundo do gol.

O jogo passou a ser de apenas uma única seleção. A Coréia do Norte não conseguiu criar nenhuma jogada, ao contrário dos portugueses que partiram para cima em busca de ampliar ainda mais o placar para ter vantagem no saldo de gols. Já que terão uma parada durissima contra o Brasil, pela 3.ª rodada do Grupo G.

O melhor em campo
Impossível dentro de campo, Cristiano Ronaldo acabou com os asiáticos, autor de muitas assistências, o craque da camisa 7 por pouco não marcou o seu gol, aos 26 minutos. Após arrancada pelo meio, Ronaldo arriscou de fora da área e acertou um bomba no ângulo esquerdo do goleiro Ri Myong Guk, que não se moveu em sua meta.

Carlos Queiroz, mesmo goleando, não se cansou e colocou o brasileiro Liedson (foto) em campo. Aos 35 minutos, em seu primeiro toque na bola, após receber um presente do zagueiro Kwang Chon, que furou feio, e a bola sobrou para o atacante que estufou a rede da Coréia.

Em ritmo de jogo-treino, Portugal assinalou a maior goleada da Copa da África e de sua história nos mundiais. Aos 41 minutos, Cristiano Ronaldo recebeu na entrada área e dividiu com o goleiro, na sequência a bola colou na cabeça do craque que mandou de pé direito para o fundo do gol.

A Coreia do Norte não apareceu no segundo tempo, com isso, assistiu o sétimo gol de Portugal que saiu da cabeça de Tiago, que recebeu cruzamento de Coentrão e mandou para o fundo do gol e fechou a goleada por 7 a 0. Resultado que deu um forte “golpe” na seleção de Kim Jong-Hun, que foi à lona logo no início do segundo tempo após sofrer três gols em 15 minutos. Com isso, os asiáticos se despediram do Mundial de uma forma que nenhuma seleção gostaria. Na primeira fase e massacrada.

Próximos jogos:
A seleção de Portugal enfrenta o Brasil, na próxima sexta feira, no Durban Stadium, em Durban, às 11 horas. A Coréia do Norte terá pela frente a Costa do Marfim, no Estádio Mbombela, em Nelspruit, às 11 horas, também na próxima sexta-feira. As duas partidas fecham a última rodada do Grupo G.

Ficha Técnica

Portugal 7 x 0 Coreia do Norte

Local: Estádio Green Point, na Cidade do Cabo, na África do Sul
Árbitro: Pablo Pozo-CHI
Cartões Amarelo: Pedro Mendes e Hugo Almeida (Portugal); Pak Chol Jin e Hong Yong Jo (Coréia do Norte)
Gols: Raúl Meireles 28’/1T, Simão Sabrosa 8’/2T, Hugo Almeida 10’/2T, (cabeça), Tiago 14’/2TLiedson 35’/2T, Cristiano Ronaldo 42’/2T, Tiago 43’/2T (cabeça) (Portugal)

Portugal
Eduardo; Miguel, Ricardo Carvalho, Bruno Alves e Fabio Coentrão; Pedro Mendes, Raúl Meireles (Miguel Veloso) e Tiago; Simão (Duda), Cristiano Ronaldo e Hugo Almeida (Liedson).
Técnico: Carlos Queiroz

Coreia do Norte
Ri Myong Guk; Ri Kwang Chon, Cha Jong Hyok (Nam Song Chol), Pak Chol Jin e Ri Jun Il; Ji Yun  Nam, Mun In Guk (Kim Kum Il), An Young e Pak Nam Chol (Kim Yong Jun); Hong Yong Jo e Jong Tae Se.
Técnico: Kim Jong-Hun

fonte:  futebolinterior.com.br