Pituaçu

A Série A do Campeonato Brasileiro já está quase em sua metade e o Bahia ainda não se viu livre do drama do rebaixamento: ocupa a 17ª colocação, com apenas 12 pontos ganhos.

Na noite desta quarta-feira, 8, em Pituaçu, o time baiano recebe a Portuguesa para dar início a uma reação na competição nacional. É que no próximo domingo, 12, contra o Cruzeiro, o Esquadrão fará mais uma partida em casa.

Para o duelo contra a Lusa, o técnico Caio Júnior não poderá contar mais uma vez com Souza, que cumprirá o terceiro dos quatro jogos de punição, nem com Madson, Kléberson, Coelho e Elias, que ainda estão lesionados. Em compensação, o treinador tricolor terá a volta do meia Gabriel, que a princípio deverá ficar como opção no banco de reservas. Sem desfalques, a Portuguesa chega a Salvador em seu melhor momento no Brasileirão: sem perder há quatro rodadas, soma 16 pontos e ocupa a 12ª posição.

A 15ª rodada tem ainda os duelos entre Internacional x Náutico, Sport x Vasco, Corinthians x Atlético-GO, Botafogo x Palmeiras, Santos x Cruzeiro, Figueirense x Flamengo, Fluminense x São Paulo, Atlético-MG x Coritiba e Ponte Preta x Grêmio.

Bahia – Embora tenha ganhado o reforço do meia Gabriel, que se recuperou completamento de lesão, Caio Júnior deverá iniciar a partida sem o jovem atleta no time titular.

A equipe que o comandante tricolor mandará a campo deverá ter a mesma base do time que atuou na derrota para o Grêmio, com exceção do meia Mancini, que cumprirá suspensão. Em seu lugar, Caio deverá escalar Zé Roberto, que havia atuado no ataque.A mudança de posição de Zé deverá acontecer porque o treinador já confirmou que Lulinha, destaque no duelo contra o tricolor gaúcho, conquistou a titularidade. Deste modo, o ponta deverá formar dupla de ataque com Júnior.

Em 14 jogos disputados, o Bahia venceu apenas dois, empatou seis e perdeu outras seis. Um aproveitamento de 28,6%.

Portuguesa – Sem desfalques. Assim o time do técnico Geninho chega a Salvador para dar continuidade à série de quatro jogos sem perder.Com destaque para o atacante Ananias, ex-jogador do Bahia, e para Bruno Mineiro, ponta recém contratado pelo time do Canindé, a Lusa, que possui um dos elencos mais limitados do Brasileirão, tem se sobressaído pela garra dentro de campo.

Entretanto, embora ocupe uma posição melhor na tabela, o time paulista divide com o Bahia o título de pior ataque do Brasileirão: assim como o tricolor, balançou as redes apenas em 12 oportunidades. Nesta edição da Série A, a Portuguesa ainda não venceu fora de casa.

Local: Estádio Metropolitano de Pituaçu, em Salvador (BA).
Data: Quarta-feira, 8 de julho.
Horário: 20h30.
Árbitro: Célio Amorim (Asp. Fifa/SC).
Assitentes: Kléber Lúcio Gil (Asp. Fifa/SC) e Neuza Inês Back (Asp. Fifa/SC).

Bahia: Marcelo Lomba; Fabinho, Danny Morais, Titi e Ávine; Fahel, Diones, Hélder e Zé Roberto; Lulinha e Júnior. Técnico: Caio Júnior.

Portuguesa: Dida; Luis Ricardo, Gustavo, Valdomiro e Marcelo Cordeiro; Ferdinando, Léo Silva, Moisés e Héverton; Ananias e Bruno Mineiro. Técnico: Geninho.

Fonte: A Tarde