Pituaçu dos cariocas

Com uma boa apresentação, o Vasco não teve dificuldades para vencer o Bahia na noite deste domingo (10), por 2 x 1, em pleno Pituaçu, pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro da Série A. Após o resultado negativo, o tricolor, que continua sem vencer na competição, entrou novamente na zona de rebaixamento. Agora, a equipe de Falcão ocupa a décima sétima posição, com dois pontos. No próximo dia 17, os baianos enfrentarão o Sport, dentro de casa.

Foto: Agência Haack

 

Vasco domina primeiro tempo com direito a golaço de Diego Souza
Dinâmico e muito mais ofensivo, o Vasco não teve dificuldades para chegar ao primeiro gol no jogo logo aos sete minutos. O meia Diego Souza recebeu lançamento na entrada da área e recebeu um pontapé do zagueiro Titi. Na cobrança da falta, o experiente Juninho Pernambucano não teve perdão e colocou no ângulo direito de Marcelo Lomba, que só observou a bola estufando as redes.

Mantendo a boa postura, o alvinegro carioca continuou a pressão e por pouco não ampliou aos 19. Alecsandro e Éder Luís trocaram figurinhas dentro da área e na hora do chute do primeiro, Titi chegou para cortar. No minuto seguinte, o centroavante carioca acertou uma cabeçada na trave de Lomba, assustando a torcida tricolor.

Mas aos 31 não teve jeito. Em grande estilo, Diego Souza tratou de fazer um golaço. O meia cruzmaltino entrou na área, driblou Titi e Fabinho ao mesmo tempo e tocou por cima de Lomba, deixando ainda mais preocupada a torcida tricolor, que vaiou muito o time na saída para o intervalo.

Cariocas seguram resultado a aumentam crise tricolor
Precisando reverter o quadro desfavorável, o tricolor partiu para cima do Vasco desde o início do segundo tempo. E com as entradas de Magno e Júnior, os mandantes cresceram e criaram uma grande chance aos oito minutos. O Diabo Loiro acertou um lindo chute no gol de Fernando Prass, que defendeu com os pés. No rebote, Gabriel também tentou, mas o arqueiro vascaíno estava esperto para salvar de novo.

Sem tempo a perder, o tricolor chegou com perigo novamente aos 13. Na cobrança de escanteio, Titi recebeu a bola sozinho, se atrapalhou e ainda conseguiu chutar, exigindo de Prass outra grande intervenção.

E antes do apito final do gaúcho Anderson Daronco, no apagar das luzes, o tricolor diminuiu. Júnior pegou a redonda dentro da área, brigou com os zagueiros e tocou de perna direita na saída de Prass.

CAMPEONATO BRASILEIRO
SÉRIE A
Bahia 1 x 2 Vasco
Local: Estádio de Pituaçu, em Salvador (BA)
Data: 10/06/12
Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Auxiliares: Carlos Berkenbrock (FIFA-SC) e Nadine Schram Camara (SC)
Público: 17.908 pagantes
Renda: R$ 380.505,00

Bahia: Marcelo Lomba; Fabinho, Danny Morais, Titi e Ávine; Fahel (Ciro), Diones; Gabriel e Diego (Magno); Lulinha (Júnior) e Jones Carioca. Técnico: Paulo Roberto Falcão.

Vasco: Fernando Prass; Allan, Renato Silva, Rodolfo (Dedé) e Felipe (Thiago Feltri); Nilton, Fellipe Bastos, Juninho Pernambucano e Diego Souza (Carlos Alberto); Éder Luís e Alecsandro. Técnico: Cristovão Borges.

Fonte: Bahia Notícias