Palmeiras x Goiás – Qual brasileiro seguirá lutando pela Sul-Americana

O primeiro finalista da Copa Sul-Americana será conhecido nesta quarta-feira. Palmeiras e Goiás irão se enfrentar às 21h50, no Estádio do Pacaembu, em jogo de volta da semifinal. O duelo promete ser emocionante, pois o time paulista está focado em somente essa disputa, enquanto que os goianos pretendem salvar o ano após terem confirmado o rebaixamento para a Série B do Brasileiro de 2011.

No primeiro jogo, em Goiânia, o time da casa não suportou a força palmeirense e foi derrotado, por 1 a 0. Agora, o Palmeiras precisa somente de um empate ou de outra vitória para chegar à final. Ao time goiano resta a vitória, desde que marque dois ou mais gols. Uma vitória do Goiás, por 1 a 0, a vaga será definida na cobrança de pênaltis.

Campanhas!
O Palmeiras começou a Copa Sul-Americana com sua única derrota na competição. O time paulista levou 2 a 0 do Vitória, em Salvador, ainda pela primeira fase. No jogo de volta, o verdão começou a mostrar sua força, principalmente com Marcos Assunção e venceu, por 3 a 0, garantindo a classificação.

Na fase seguinte, o adversário foi Universitário de Sucre, do Peru. O Palmeiras conquistou a classificação com duas vitórias. No jogo de ida, 1 a 0, enquanto que na volta a vitória foi por 3 a 1. Nas quartas-de-final, mais um brasileiro pelo caminho, o Atlético-MG. No jogo de ida, em Sete Lagoas, empate, por 1 a 1. Na volta, em São Paulo, o Verdão venceu, por 2 a 0.

O Goiás, por sua vez, teve como adversário na primeira fase o Grêmio. No primeiro jogo, em Goiânia, os times ficaram no 1 a 1. Na volta, em Porto Alegre, o time Esmeraldino venceu, por 2 a 0. Nas oitavas-de-final, o Goiás enfrentou o Peñarol, do Uruguai. No jogo de ida, em casa, o time brasileiro fez 1 a 0. Na volta, em Montevidéu, os brasileiros foram derrotados, por 3 a 2, mas conquistaram a vaga graças aos gols na casa do rival.

Pelas quartas-de-final, o Goiás teve pela frente o Avaí. No jogo de ida, em Goiânia, o time da casa ficou somente no 2 a 2. Assim, em Florianópolis, a obrigação era da vitória, e foi isso que aconteceu. O time goiano venceu, por 1 a 0, em um jogo que teve a chance de golear, já que o time catarinense se expos muito na tentativa do empate.
Força máxima, Felipão!
O Palmeiras terá praticamente seu elenco todo à disposição do técnico Luiz Felipe Scolari, apesar da ausência do chileno Valdívia. O jogador está realmente fora do restante da temporada 2010 por conta de uma lesão muscular na coxa esquerda. Mesmo sem o “mago”, o Verdão acredita na classificação. Quem está confiante nisso é o zagueiro Maurício Ramos.

“O nosso torcedor já provou ser importantíssimo não apenas nesta campanha da Sul-Americana, como historicamente”, elogiou o defensor. “Precisamos da torcida do início ao fim, para conquistarmos um resultado positivo e continuarmos firmes em busca do grande objetivo do ano, que é o título da competição”.

Esperança é a última que morre!
O Goiás mantém a esperança viva. O técnico Arthur Neto poderá utiizar sua força máxima. O treinador terá o zagueiro Marcão, e os atacantes Felipe e Rafael Moura, que foram poupados na derrota do último domingo, contra o Santos, que confirmou a degola no Brasileirão. Marcão está confiante no bom resultado diante do ex-clube.
“É o jogo da nossa vida aqui no Goiás, contra tudo e contra todos a gente precisa vencer esse duelo. Temos que jogar mais do que contra o Avaí na Ressacada. Eu não queria ter essa mancha do rebaixamento na minha carreira, mas se a gente ficar lamentando e chorando o leite derramado, eles vão nos atropelar na quarta-feira”, afirmou o zagueiro.

Transmissão!
A Rádio Futebol Interior transmite o jogo direto do Pacaembu. A narração será do sempre empolgante Edson Carlos, que terá como comentaristas: Andre Peres e Fabio Salomão. No campo, as repostagens serão do trepidante Geraldo Nery. Não deixem de clique e ouvir.

FICHA TÉCNICA
Palmeiras x Goiás

Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo-SP
Data: 23/11/2010
Horário: 21h50
Árbitro: Heber Roberto Lopes-PR
Auxiliares: Altemir Hausmann e Alessandro Rocha

Palmeiras
Deola; Márcio Araújo, Maurício Ramos, Danilo e Gabriel Silva; Edinho, Marcos Assunção, Tinga e Lincoln; Luan e Kleber.
Técnico: Luiz Felipe Scolari.

Goiás
Harlei; Ernando, Rafael Tolói e Marcão; Douglas, Amaral, Carlos Alberto, Marcelo Costa e Wellington Saci; Rafael Moura e Otacílio Neto (Felipe).
Técnico: Artur Neto.