O Vitória ficou no empate com o Operário jogando em casa pela 32ª rodada da Série B

O Vitória ficou no empate com o Operário jogando em casa pela 32ª rodada da Série B (veja aqui) e o resultado não foi condizente com o trabalho realizado na última semana, segundo o técnico Rodrigo Chagas. Com a equipe precisando de bons resultados para conseguir permanecer na segunda divisão, o treinador comentou sobre o desempenho do time no jogo contra o Fantasma e a necessidade de ajustes para os próximos duelos.

“O resultado de hoje realmente não foi o que nós queríamos. Vamos fazer dois jogos fora e sabemos que vão ser dois jogos difíceis, mas para que a gente possa melhorar a nossa cara dentro da competição nós precisamos ganhar. Acho que a única solução que nos resta são os resultados positivos”, declarou o técnico em entrevista coletiva após a partida. 

“Fizemos um primeiro tempo razoável, onde conseguimos um gol logo no início e tomamos um gol de bola parada, que trabalhamos muito, e infelizmente cedemos um empate ainda no primeiro tempo. Taticamente, não funcionamos da maneira que nós trabalhamos”, destacou Chagas.

Ele ainda comentou que durante o intervalo fes algumas modificações quanto ao posicionamento dos jogadores e que isso resultou em uma melhor atitude em campo do time Rubro-negro, ainda que não o suficeinte para conseguir a virada. 

“No segundo tempo melhoramos, tivemos o controle do jogo, porém, esse controle não foi efetivo para que a gente pudesse mudar o resultado”, destacou. 

Sobre o uso de Jonathan Bocão na lateral com o objetivo de tentar uma equipe mais ofensiva no jogo e acerca da escolha de jogadores que a torcida vem criticando, o técnico comentou que a decisão de quem jogará e em qual posição é feita com base no dia a dia do time.

“A gente tenta colocar em campo os atletas que a gente acredita que vai funcionar da forma que nós queremos. A gente tenta sempre buscar ou colocar aquele atleta que a gente entende que vai ser melhor para nossa equipe”, explicou.

Para Rodrigo Chagas, o Vitória precisa de uma soma de fatores para conseguir melhores resultados e se distanciar do Z4. “A gente tem que ter mais atitude, um pouco mais de sorte, a gente tem que não deixar o adversário jogar. Tudo que a gente sempre vem conversando e tentando fazer com que os atletas entendam”, pontuou o treinador. 

“Vamos nos preparar bastante para corrigir os erros que tivemos nesse jogo de hoje para no próximo, contra o América-MG, a gente possa ter uma sorte melhor e também que a gente possa ter um resultado positivo”, finalizou. 

O Vitória se prepara ao longo desta semana para viajar para Belo Horizonte e enfrentar o América Mineiro, líder da Série B, no próximo sábado (9). O jogo acontece às 19h no Estádio Independência. Atualmente, o Rubro-negro ocupa a 15ª posição na tabela da Segunda Divisão com 37 pontos, apenas dois a mais que o primeiro ocupante da zona de rebaixamento. 

Fonte Bn por Milena Lopes