O técnico Ney Franco não fez

O técnico Ney Franco não fez mistério: no treino desta terça-feira, ele lançou mão do time que entra em campo no Ba-Vi e definiu o substituto de Escudero, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. A missão ficará a cargo do jovem Leilson, que começou a ganhar oportunidade justamente com a chegada do novo treinador à Toca do Leão.
Substituir o meia argentino, titular absoluto desde que chegou ao Vitória, não é tarefa fácil. Leilson reconhece a dificuldade em assumir a vaga do companheiro, sobretudo pela função tática que ele exerce em campo, muito elogiada por treinadores e comentaristas.
– Substituir o Escudero é uma responsabilidade grande. Taticamente ele é original. Mas eu treinei bem e espero fazer um bom trabalho – comenta.
A tarefa de Leilson em campo será basicamente a mesma de Escudero. Ele jogará aberto pela esquerda, com a responsabilidade de atacar e, ao mesmo temp,o segurar as investidas do lateral-direito adversário. Foi o que Ney Franco pediu ao meia.
– Ele (Ney Franco) pediu para ter cuidado do lado esquerdo, com a passagem do lateral-direito deles. Será praticamente a mesma função, tendo força para atacar e para fechar o lado direito – conta.
Esta será a primeira vez que Leilson vai encarar um clássico jogando pelo time profissional do Vitória. No entanto, a sensação não será exatamente nova, afinal ele enfrentou o Bahia por diversas vezes nas categorias de base do Leão. No último sábado, inclusive, ele foi titular no Ba-Vi válido pela Copa Governador do Estado, e marcou um dos três gols da vitória rubro-negra por 3 a 0.
Embora a rivalidade entre rubro-negros e tricolores ganhe forma desde cedo, Leilson espera encontrar um jogo com características diferentes nesta quarta-feira, às 21h (horário de Brasília), na Arena Fonte Nova.
– Será um Ba-Vi com características diferentes. Aquele era o time junior do Bahia. Mas eu fiz um bom jogo, fiz um gol de falta. Nesse Ba-Vi é oficial, espero fazer um bom papel, principalmente taticamente – finaliza.

Fonte:Globoesporte

Foto:(Foto: Felipe Oliveira / EC
Vitória / Divulgação)