Publicidade


‘Nunca passei por isso na minha carreira’, diz Edílson sobre jejum de gols

O “Capetinha” Edílson estreou com a camisa do Bahia no dia 31 de janeiro, quando o Tricolor foi goleado pelo xará de Feira por 5 a 3, na quinta rodada do Campeonato Baiano. De lá para cá, ganhou a vaga de titular no ataque tricolor, mas ainda não marcou um gol sequer.

– Estou me cobrando, a ansiedade é grande. Nunca passei por isso na minha carreira, de ficar tantos jogos sem fazer gol. Mas eu vou tirar isso um pouco da minha cabeça, porque acaba atrapalhando e a coisa vai sair naturalmente – contou o jogador, em entrevista ao Globo Esporte Bahia.

A principal chance de marcar aconteceu diante do Atlético, no dia 3 de fevereiro, em Alagoinhas. Edílson sofreu pênalti e cobrou, mas mandou a bola para fora.

Neste sábado, o “Capetinha” terá nova oportunidade de fazer o primeiro tento após sua volta ao futebol – ele pendurou as chuteiras por dois anos. O Bahia duela com o Feirense, no Estádio Joia da Princesa, às 17h.

Salários

O atraso de salários ainda é assunto no Fazendão. A diretoria prometeu pagar mais um mês ainda esta semana, e o “Capetinha” acredita na palavra do presidente Marcelo Guimarães Filho.

– Nós jogadores estamos tranquilos, fazendo nosso papel dentro de campo. Deixa essas coisas para diretoria resolver e, quando vier, será muito bem vindo.

Fonte: Globo.com