No Barradão

O Criciúma, ainda o líder da Série B do Campeonato Brasileiro com 39 pontos ganhos, um a mais que o Vitória, poderá terminar esta sexta-feira, 17, fora do posto que ostenta há sete rodadas.É que, a partir das 19h30, no Barradão, encorajado pela sua torcida, que deverá comparecer mais uma vez em grande número, o rubro-negro baiano terá a chance de assumir o topo da tabela pelo menos momentaneamente: basta vencer o Joinville, então o terceiro colocado do Brasileirão com 33 pontos.

A possibilidade imediata de alcançar o primeiro lugar se dá porque o Tigre entrará em campo somente às 16h20 do sábado, 18, fora de casa, contra o Atlético-PR. Um eventual tropeço do rival catarinense na partida a ser disputada no interior do Paraná poderá, portanto, significar a consumação da liderança em favor do time baiano.Contra o JEC, o técnico do Vitória, Paulo César Carpegiani, terá a volta do goleiro Deola, que cumpriu suspensão no duelo contra o Guaratinguetá. Em contrapartida, o treinador não poderá contar com Leílson, que está em tratamento no departamento médico; Tartá deverá ser o substituto.

Já o time Catarinense jogará desfalcado de quatro jogadores. O principal deles é o atacante Lima, que cumpre suspensão por ter acumulado três cartões amarelos. Completam a lista o atacante Adaílton, que, emprestado pelo Vitória, é impedido de atuar por cláusula contratual, e os laterais-esquerdos Tarcísio e Romano, ambos lesionados.

Vitória – A julgar pelos teste realizados por Carpegiani nos dois únicos dias que teve como preparação, Deola e Tartá deverão ser as duas únicas novidades no time em comparação à equipe que iniciara o duelo da última terça-feira, 14, contra o Guaratinguetá, no Barradão.No treino de quinta-feira, 16, por precaução, a comissão técnica rubro-negra decidiu poupar o meia Pedro Ken; o camisa 8 está confirmado para o duelo.

Como opções para o ataque, o treinador do Leão chegou a relacionar cinco jogadores. Entre eles está Élton, que foi contratado na última segunda-feira, 13. Inicialmente requisitado para ficar como opção no banco de reservas, Élton deverá fazer a sua estreia com a camisa rubro-negra. Além dos titulares Willie e William, completam a lista Marquinhos e Marco Aurélio; um destes dois deverá ficar de fora.

O Vitória divide com o Criciúma o posto dos times que mais venceram nesta Série B: 12 partidas. O rubro-negro empatou duas partidas e perdeu três. Com 38 pontos, tem um aproveitamento de 74,5%.

Joinville – O time do técnico Leandro Campos jogará em Salvador com quatro desfalques: os atacantes Lima e Adaílton e os laterais Tarcísio e Romano.

Em lugar de Lima, artilheiro do JEC na Série B com dez gols, Campos deverá lançar mão de Jean Carlos. Para a vaga de Adaílton, cujos direitos econômicos pertencem ao Vitória, que o impede com uma cláusula contratual de atuar contra si, Marcinho deverá ser o escolhido.

Sentado no banco de reservas do time catarinense, um jogador em especial deverá despertar fortes emoções no Barradão: ídolo da torcida do Vitória, Ramon Menezes, aos 40 anos, será uma das opções de Leandro Campos para o duelo.Antes considerado pelos entendidos do futebol brasileiro como uma das equipes que não brigariam pelo acesso à Série A, o Joinville, então com 64,7% de aproveitamento, surpreende pela campanha sólida: dez vitória, três empates e quatro derrotas.

Fonte: A Tarde