Mateus ‘Raposinha’ faz finalização inusitada e vence por nocaute em 45 segundo de luta

O baiano Mateus ‘Raposinha’ Santos nocauteou seu adversário no Open Fighting Championship 2, na Rússia, em apenas 45 segundos de luta e viralizou na internet. Depois de aplicar uma chave de pé no russo Alexander Volodin, o brasileiro fez o oponente desistir do duelo e garantiu sua vitória.

Considerada uma posição inusitada e perigosa para um combate, Mateus ‘Raposinha’ explicou em entrevista ao Bahia Notícias que já tem costume de aplicar a finalização.

“Um professor meu, amigo de treino e sensei me ensinou uns três anos atrás e a galera não confia muito nela. É uma posição um pouco estranha, você tem que acabar perdendo o movimento para tentar fazer ela e é perigoso, arriscado. Eu fui com a estratégia para lutar e nocautear o adversário, tanto que eu consegui a posição no chão quando apliquei um lockdown nele,conseguir um cruzado e um upper e ele foi para o chão, já me chamando para o para a chave de omoplata. E aí eu fui sabendo, peguei o pé dele e consegui fazer a finalização”, explicou o lutador.

Natural de Vitória da Conquista, Mateus ‘Raposinha’ comentou ainda que apesar de muitos estarem dizendo que o nocaute não era esperado desta maneira, ele explicou que já tem experiência fazendo o movimento. “Muita gente está falando que foi sorte, mas não foi. Eu tenho um vídeo da mesma posição finalizando em dezembro em um campeonato baiano. Ninguém sabe disso, mas eu uso bastante nos treinos”, contou.

A vitória contra o russo foi a primeira de três duelos para tentar conquistar o cintuarao do evento. O lutador finalizou comentando sobre seus compromissos.

“As pessoas acham que é um movimento improvável, mas funciona e eu gosto de ser improvável nas minhas lutas. Graças a Deus deu certo, foi rapidinho, o evento é um GP para chegar no cinturão. São três lutas, a próxima vai ser em maio e passando desta segunda, a final o vai ser em setembro”, completou.

Na carreira do MMA, Mateus ‘Raposinha’ possui 15 vitórias e seis derrotas.