Líder!

Existe um ditado popular que afirma: ‘Atacante só estreia quando marca um gol’. Então, a estreia oficial do centroavante Elton aconteceu na noite desta sexta-feira (17), no Estádio do Barradão. No primeiro jogo vestindo o uniforme rubro-negro, o recém-contratado deixou o dele e ajudou ao Vitória derrotar o Joinville, por 2 a 1. O triunfo colocou o rubro-negro no topo da classificação, com 41 pontos, dois a mais que o Criciúma. Mas, neste sábado (18), o torcedor do time baiano terá a missão de secar o time catarinense para que o leão encerre a rodada na primeira posição. O Vitória volta a campo na próxima sexta-feira (24), contra o Ceará, em Fortaleza.

William marca mais um
Paulo César Carpegiani surpreendeu. Enquanto todos esperavam por Tartá no lugar de Leílson, machucado, o treinador do Vitória optou por dois centroavantes e promoveu a estreia de Elton, contratado no início da semana. As duas equipes pouco fizeram nos primeiros dez minutos de partida. Aos 11, de forma bem discreta, o time visitante chegou. O lateral-direito Eduardo arriscou de longe e o chute saiu pela linha de fundo. Um ataque foi suficiente para o Vitória, eficiente, marcar o primeiro. Aos 14, após uma confusão na área, Pedro Ken foi até a linha de fundo e cruzou. Uelliton encheu o pé e Ivan defendeu, porém, William aproveitou o rebote e marcou o terceiro gol dele na Série B, em três jogos. Vitória 1 a 0. Foi o centésimo gol do rubro-negro baiano na temporada de 2012. Pouco depois, o leão esteve muito perto do segundo gol. De calcanhar, o estreante Elton deixou Uelliton na cara do gol. O capitão finalizou de primeira e o goleiro Ivan fez uma linda defesa.

Vitória amplia e Joinville fica com dez
Em um lance de ataque, alguns jogadores do Joinville ficaram discutindo com o atacante William, do Vitória. Minutos depois, aos 25, a conversa por muito pouco não virou uma briga generalizada. O zagueiro Pedro Paulo disputou a bola com o centroavante rubro-negro e deu um tapa na cabeça do camisa 9. O defensor foi expulso e a decisão do árbitro revoltou o elenco catarinense. Muito empurra-empurra, jogadores reclamando com o juiz, alguns chegaram a tentar agredir o atleta do Vitória, e o Joinville ficou com dez em campo. O time baiano aproveitou os espaços e logo ampliou. Aos 30, após cruzamento de Nino Paraíba, o atacante Elton só tocou na bola e marcou o primeiro gol como jogador do Vitória.

Joinville diminui
Aos 35, mesmo com um a menos, o Joinville assustou. Jean Carlos recebeu livre na grande área e percebeu a aproximação de Tiago Real. Na hora do chute, o zagueiro Victor Ramos apareceu e evitou o que poderia ser o primeiro gol dos catarinenses. O Vitória responde aos 40 minutos. Willie cruzou na medida para William, de cabeça, obrigar uma bela intervenção de Ivan. No minuto seguinte, o garoto rubro-negro cometeu um pênalti considerado infantil ao dar um carrinho no lateral Eduardo. O meia Ricardinho bateu forte e diminuiu o placar. Vitória 2 a 1 Joinville.

Visitante volta melhor
O Joinville, com dez em campo, começou melhor o segundo tempo. Aos 7, o lateral-direito Eduardo fez jogada individual, invadiu a grande área e chutou em cima do zagueiro Gabriel Paulista. A postura ofensiva do time catarinense proporcionou espaços ao Vitória, que aproveitou bem o contra-ataque. Aos 15, o meia Pedro Ken avançou pelo meio e bateu para o gol. Ivan se jogou e conseguiu desviar com a ponta dos dedos para escanteio. E foi só até os vinte minutos. O Joinville continuava com maior posse de bola, tomando conta da segunda etapa, enquanto o time baiano tentava encaixar o contra-ataque. Aos 25, o Joinville quase deixou tudo igual. Jean Carlos recebeu lançamento, por trás dos zagueiros, e ficou sem marcação. O camisa 9 olhou e rolou para Tiago Real que, na hora de empatar o jogo, foi travado de forma heroica pelo zagueiro Victor Ramos.

Ivan evita o terceiro
O Vitória literalmente tirou o pé do acelerador. Mas, quando chegava ao gol adversário, assustava. Aos 30, Pedro Ken cobrou falta e o volante Uelliton conseguiu subir mais que os adversários. O goleiro Ivan, mais uma vez, apareceu e fez uma linda defesa e no rebote afastou o perigo com o pé. Aos 39, o arqueiro do Joinville foi fundamental. Arthur Maia, que havia acabado de entrar, bateu falta com categoria e o camisa 1 espalmou. Aos 42, após confusão na área do Vitória, o volante Leandro Carvalho esteve próximo de marcar, mas o goleiro Deola se jogou e mandou a bola para escanteio.

FICHA TÉCNICA
Vitória 2 x 1 Joinville
SÉRIE B
Data: 17/08/2012
Local: Estádio Manoel Barradas (Barradão), em Salvador
Árbitro: Paulo Cesar de Oliveira (FIFA/SP)
Assistentes: Rogério Pablos Zanardo-SP e Paulo Cesar Silva Faria-MT
Gols: Elton e William (Vitória) / Ricardinho (Joinville)

Vitória: Deola; Nino Paraíba, Victor Ramos, Gabriel Paulista e Gílson; Uelliton, Michel, Pedro Ken (Arthur Maia) e Willie, Elton (Marco Aurélio/Tartá) e William. Técnico: Paulo César Carpegiani.

Joinville: Ivan; Eduardo, Pedro Paulo, Diego Jussani e Gilton (Lino); Leandro Carvalho, Glaydson, Ricardinho (William) e Tiago Real; Marcinho e Jean Carlos (Aldair). Técnico: Leandro Campos.

Fonte: Bahia Notícias