Levanta, sacode a poeira que o Bahia tá vindo

porém ele tem muita coisa para acertar dentro da própria cabeça, já que contra o Corinthians Alagoano os jogadores de “confiança” do treinador não corresponderam e é quase certo que ele promova mudanças no time.

O ataque com Berolla e Schwenck não está funcionando, assim como, Bida no meio-campo tem tido atuações sofríveis, longe do que já apresentou no Rubro-Negro. Adilson, Júnior, Kleiton Domingues e outros menos votados podem ter chances no BA VI deste domingo.

Assim que a delegação desembarcar em Salvador na tarde desta quinta-feira, os jogadores seguirão direto para o Centro de Treinamento Manoel Pontes Tanajura. Quem jogou fará um trabalho regenerativo e os outros vão treinar normalmente com aqueles que não viajaram para Maceió.

O meia Bida, que sentiu um desconforto muscular e foi poupado diante do Ipitanga, não se queixou ao médico Rodrigo Vasco da Gama ao final do jogo. Ele foi substituído por opção tática do técnico Ricardo Silva.

Pela programação estabelecida, os jogadores treinam na sexta-feira, às 15h30, e já ficam concentrados para o clássico Ba-Vi.

O zagueiro Vilson, o lateral-esquerdo Egidio e o volante Neto estão afastados da partida porque seguem em tratamento. Egido, paralelo ao tratamento, faz um trabalho especial na academia de musculação.