Jogo de líderes no Barradão

A ordem na Toca do Leão é uma só: atacar o adversário. Neste domingo, às 16h, no Barradão, o Vitória recebe o Atlético de Alagoinhas pela sétima rodada do Baianão 2011. Para o rubro-negro, depois de um início desastroso de ano ao perder em casa para o Colo-Colo, muito mais do que três pontos, esta é a chance de consolidar uma boa fase, que seria simbolizada pela liderança na classificação geral do campeonato.

Com 11 pontos em seis rodadas disputadas, o rubro-negro terminou o primeiro turno na primeira posição do Grupo 2, superando o Fluminense de Feira no saldo de gols (6 a 2). Já o Carcará é a melhor equipe da competição e lidera o Grupo 1 com 13 pontos. Caso ganhe e o Bahia de Feira não passe de um empate com o rival tricolor local, o Leão passaria a ter o melhor rendimento entre todos os 12 times.

No entanto, a tarefa é um tanto complicada. No momento, o Carcará de Alagoinhas não só possui a melhor campanha como tem o melhor ataque, com 15 gols. Para o Vitória, como antídoto à força do adversário, o negócio é, além de uma defesa segura, ter um ataque tão bom quanto o do Atlético. A linha ofensiva rubro-negra, formada por Elkeson, Rildo e Neto Baiano, anda em alta nos últimos dias. O trio, associado a jogos realizados no Barradão, pode formar uma combinação explosiva aos rivais. Que o diga o Bahia, batido por 3 a 0 há uma semana. “O ataque está bom, mas ainda precisamos melhorar. Eu quero mais. Só vou ficar satisfeito quando tivermos o melhor ataque, a melhor defesa e a melhor campanha do Baiano”, disse o técnico Antônio Lopes.

Dentre os três atacantes, quem vive um momento especial é Neto Baiano. Seu início de ano havia sido conturbado, após ter abandonado a Toca do Leão e dado declarações que não tinha interesse em vestir a camisa do Vitória em 2011. Contudo, semanas depois, o atacante voltou atrás. Na sua reestreia, contra o Bahia, deixou sua marca. Contra o Atlético de Alagoinhas, na última quarta, fez mais um. Para domingo, o centroavante promete mais. “quero ser artilheiro do Campeonato Baiano. Este é um dos objetivos do meu trabalho. Porém, acima de tudo, o principal é ajudar o Vitória a ser campeão e terminar o ano de cabeça erguida”, comentou o centroavante.

Neto Baiano sabe, no entanto, que ao seu lado outros atletas dão a consistência ofensiva necessária ao Vitória. “Tem o Rildo, que joga comigo na frente.  Ainda temos jogadores que vem de trás, como o Elkeson e o Geovanni, que apesar de não jogar hoje, vem treinando muito bem”, finalizou.

VITÓRIA X ATLÉTICO DE ALAGOINHAS

Local: Estádio Manoel Barradas, o Barradão, em Salvador.
Horário: 16h (da Bahia)

Árbitro: Ademilton Piedade Carigé
Assistentes: Raimundo Carneiro de Oliveira e Kleber Moradillo da Silva

Vitória: Viáfara, Romário, Léo Fortunato e Reniê; Uélliton, Esdras, Júnior Timbó, Elkeson e Rildo; Neto Baiano. Técnico: Antonio Lopes.

Atlético de Alagoinhas: Vinícius, Antonio Carlos, Paulo, Geriel e Sandro; Vaguinho, Naldo, Fausto e Marcos Neves; Maurício Pantera e Robert. Técnico: José Ferreira.

Fonte: A Tarde