Publicidade


Jael agride diretor do Bahia

Uma confusão envolvendo o atacante Jael pode render ao jogador multa ou até mesmo a rescisão do seu contrato. O atleta agrediu o diretor de Futebol do Bahia, André Araújo, com um soco no rosto.
Jael teria ficado nervoso após ter sido questionado pelo diretor o porque de não ter realizado um exame de imagem para verificar a sua lesão. Inconformado com a pergunta do funcionário, o atacante discutiu com André, em seguida o agrediu.
Até a segunda-feira o caso será resolvido. O jogador, que não irá enfrentar o Fluminense de Feira devido a uma lesão no púbis, pode ter até seu vinculo com o Bahia encerrado.
O procurador do atleta, André Spadotto, tenta contornar a situação, porém acha que é difícil que Jael continue no clube. O atacante cobra salários atrasados e estaria insatisfeito com diretores do clube.