Grécia 0 x 2 Argentina – Maradona 100% carimba o passaporte

Após se classificar nas Eliminatórias no sufoco, a Argentina terminou a primeira fase da Copa do Mundo com 100% de aproveitamento nesta terça-feira, quando venceu a Grécia por 2 a 0, no Estádio Peter Mokaba, em Polokwane, na última rodada do Grupo B, carimbando o passaporte para as oitavas-de-final.

Com esse resultado, os hermanos acabaram na liderança isolada, com nove pontos. Foram sete gols marcados e apenas um sofrido nas três primeiras rodadas. Já os gregos perderam a chance de se classificar para as oitavas-de-final, somando apenas três pontos e terminando em terceiro lugar.

Agora, a Argentina vai enfrentar o México nas oitavas-de-final do mundial. O adversário terminou na vice-liderança do Grupo A, com quatro pontos conquistados.

Só deu hermanos!
Mesmo atuando com alguns jogadores reservas, a Argentina foi superior durante todo o primeiro tempo e criou muitos lances de perigo, mas a maioria parou nas mãos do goleiro Tzorvas, que estava em um dia iluminado.

O primeiro lance de perigo aconteceu aos 18 minutos. Agüero passou por dois adversários, invadiu a área e bateu firme para boa defesa do goleiro, que mandou para escanteio. Na sequência, foi a vez de Verón arriscar de fora da área, mas novamente Tzorvas salvou o gol.

A melhor oportunidade foi aos 32 minutos. Milito cruzou para a área e o goleiro tentou desviar. Porém, a bola acabou sobrando para Agüero, que bateu de primeira e Vyntra aliviou em cima da linha, impedindo a abertura do placar. Aos 44, Maxi Rodriguez dominou e bateu forte. A queima roupa Tzorvas espalmou, mas a bola acabou sobrando para Messi, que tentou colocar por cima do goleiro. Porém, ele se recuperou e mandou para escanteio.

Com praticamente um atacante, a Grécia se preocupava apenas em se defender e não assustou o goleiro Romero em nenhum lance no primeiro tempo.

Grécia melhora, mas tudo segue igual
Em busca de um gol para manter as chances de classificação, a Grécia voltou um pouco melhor do intervalo. Logo aos três minutos, Sâmaras recebeu lançamento, invadiu a área e bateu firme, mas a bola passou raspando a trave de Romero, que já estava batido no lance.

Com maior posse de bola, a Argentina criou boa oportunidade aos 13. Clemente Rodríguez arriscou de fora da área e a bola passou ao lado do gol de Tzorvas, que estava nela. Um minuto depois, Samaras, o melhor jogador da Grécia, bateu para o gol, mas mandou pela linha de fundo.

Antes de abrir o placar os hermanos ainda criaram duas chances. Na primeira, Messi cobrou falta de longa distância e Tzorvas mandou para escanteio. Logo depois, Bolatti aproveitou falha da zaga grega e bateu firme nas mãos do goleiro adversário, que fez mais grande defesa.

Finalmente o gol saiu…
A Argentina finalmente conseguiu furar o ferrolho grego aos 31 minutos. Demichelis aproveita cruzamento e cabeceia para o gol. Mas a bola bate em Milito e sobra novamente para o zagueiro, que bate forte e sem chances para o goleiro adversário.

Logo depois do gol, Messi fez grande jogada individual, passando por dois zagueiros, invadiu a área e soltou a bomba. Porém, a bola explodiu na trave. A Argentina ampliou aos 44 minutos. Messi bateu de fora da área e Tzorvas rebateu nos pés de Palermo, que apenas tocou para o gol.

Ficha Técnica

Grécia 0 x 2 Argentina

Local: Estádio Peter Mokaba, em Polokwane, na África do Sul
Árbitro: Ravshan Irmatov (UZB)
Cartões Amarelos: Papastathopoulos e Katsouranis (Grécia); Bollati (Argentina)
Gols: Demichelis aos 31’/2T e Palermo aos 44’/2T (Argentina)

Grécia
Tzorvas; Kyrgiakos, Vyntra, Papadopoulos e Torosidis (Patsatzoglou); Papastathopoulos, Moras, Tziolis, Karagounis (Spiropoulos); Katsouranis (Ninis) e Samaras.
Técnico: Otto Rehhagel

Argentina
Romero; Clemente Rodriguez, Demichelis, Burdisso e Ortamendi; Verón, Bolatti e Maxi Rodriguez (Di Maria); Messi, Aguero (Pastore) e Diego Milito (Palermo).
Técnico: Maradona