Goleada no Barradão: Vitória 4 x 2 Santos

Aos 20 minutos depois de cruzamento de Elkeson vinco da esquerda, Schwenck puxou a marcação e Henrique cabeceou mandando no canto esquerdo de Felipe. 1 a 0 Vitória.

O Santos nem sentiu o primeiro golpe e já sofreu o segundo. Aos 25 minutos o time da casa teve uma falta a seu favor. Na cobrança a zaga do Santos afastou mal e Egídio recolocou a bola de volta para dentro da área. Os zagueiros pararam e Wallace dividiu com Felipe e mandou para o fundo do gol vazio. 2 a 0 Vitória.

O Peixe ameaçou uma reação e aos 29 minutos diminuiu o marcador. Paulo Henrique Ganso chutou de fora da área, o goleiro Lee espalmou errado e mandou a bola para frente. Marcel ficou com o rebote e descontou para o Santos.

O gol acordou o Peixe, mas o Vitória ficou bem posicionado e não deu muitas chances ao adversário. No finalzinho da primeira etapa, aos 47 minutos, em rápido contra-ataque, Eduardo cruzou da direita e Rômulo recebeu dentro da área. O atacante ajeitou a bola, trouxe para o meio e chutou forte: 3 a 1 e vitória baiana ao final do primeiro tempo.

Expulsões e mais gols
O Santos voltou para a segunda etapa mais ligado e começou incomodando o Vitória. Aos 9 minutos, após cruzamento de Zé Eduardo da esquerda, a bola sobrou limpa para Maranhão, que bateu forte e acertou o travessão de Lee.

Dois minutos depois o time baiano respondeu. Anderson Martins fez ótima jogada e passou para Henrique na direita. O atacante entrou na área, chutou forte, mas não colocou direção. A bola subiu e foi por cima do gol defendido por Felipe.

De tanto tentar o Santos diminuiu o marcador aos 22 minutos. Madson fez boa jogada e lançou Zé Eduardo pela esquerda. O atacante santista esperou o quique da bola e acertou uma pancada no ângulo superior esquerdo de Lee e fez pó segundo do Peixe.

Mas logo a seguir foi a vez do Vitória não dar tempo para o Santos gostar do jogo. Em contra ataque rápido Egídio cruzou da direita e Edu Dracena viu a bola bater em seu braço. O zagueiro recebeu o segundo cartão amarelo, foi expulso e o árbitro marcou a penalidade máxima. Aos 27 minutos Schwenck, deslocou Felipe e fez o quarto do Vitória.

O jogo seguiu com Santos visivelmente sentindo o quarto gol. Quando faltavam quatro minutos para o término da partida o atacante Zé Eduardo sofreu falta e o árbitro Sandro Meira Ricci não marcou. Na sequência xingou o árbitro, que puxou o cartão vermelho e expulsou o jogador errado. Ele mostrou o vermelho para Marquinhos e deixou o Peixe com nove jogadores em campo, dois a menos que o Vitória.

Mas a partida já estava em seu final e, apesar dos gritos de “mais um” do torcedor do Vitória, o placar ficou inalterado com vitória por 4 a 2 para os donos da casa.

Próximas partidas
As duas equipes enfrentam os grande de Belo Horizonte. O Vitória volta a campo no sábado, 21, às 18h30, no estádio Ipatingão, onde enfrenta o Cruzeiro-MG. O Santos joga no domingo, 22, às 16 horas, na Vila Belmiro, contra o Atlético-MG em busca da reabilitação na competição.

Ficha técnica

Vitória x Santos

Local: Estádio Barradão, em Salvador-BA
Árbitro: Sandro Meira Ricci (Asp. Fifa-DF)
Renda: R$ 129.017,50
Público: 10.648 pagantes
Cartões Amarelos: Anderson Martins, Wallace, Ricardo Conceição (Vitória); Rodriguinho e Edu Dracena (Santos)
Cartões Vermelhos: Edu Drcaena e Marquinhos (Santos)
Gols: Henrique aos 20` 1/T e aos 47 ` 1/T, Wallace aos 25` 1/T e Schwenck aos 27` 2/T (Vitória); Marcel aos 29` 1/T, Zé Eduardo aos 22` 2/T (Santos)

Vitória
Lee; Eduardo, Anderson Martins, Wallace e Egidio; Vanderson, Ricardo Conceição, Elkson e Ramon (Neto Coruja); Henrique (Renato) e Schwenck (Júnior).
Técnico: Toninho Cecílio

Santos
Felipe; Pará, Durval, Edu Dracena e Maranhão; Arouca, Rodriguinho, (Marquinhos) e Danilo (Breitner) e Paulo Henrique Ganso, Zé Eduardo e Marcel (Madson).
Técnico: Dorival Junior