Publicidade


Em Senhor do Bonfim

Jogando um futebol eficiente, o Feirense não tomou conhecimento do Vitória nesta tarde de domingo (22), por 1 x 0, no estádio Pedro Amorim, em Senhor do Bonfim, pela primeira partida da semifinal do Campeonato Baiano. para conseguir reverter o quadro, o rubro-negro terá que vencer o adversário pelo mesmo placar no Manoel Barradas, o Barradão, sábado que vem, às 16h.

Sem emoções, primeiro tempo fica zerado
Sob um calor muito forte, Vitória e Feirense fizeram um primeiro tempo sem nenhuma grande emoção. Pecando nos passes, o rubro-negro foi facilmente marcado pela defesa adversária e quase não criou nesta etapa. Já o time da casa procurou intensificar sua forte marcação no meio de campo, anulando Lúcio Flávio e Pedro Ken em todos os lances.

Com dificuldades na saída de bola, o Leão da Toca fez o que não deveria: muitos chutões para o ataque e pouquíssima criatividade. Neto Baiano, artilheiro do Brasil, com 27 gols, passou longe de deixar sua marca e pouco foi acionado pelos armadores rubro-negros, assim como seu companheiro Rildo.

A equipe de Duzinho, bem postada taticamente, utilizou o meia Danilo Cruz para puxar contra-ataques de velocidade, mas também sentiu o clima quente no interior baiano e seus únicos lances mais perigosos aconteceram em bolas paradas.

Cleilton entra e se torna o nome do jogo
Diferente do primeiro tempo, a equipe de Ricardo Silva voltou com todo vapor no retorno para os últimos quarenta e cinco minutos de confronto e logo no início desta etapa teve uma ótima chance de abrir o marcador. Em cobrança de falta, Lúcio Flávio bateu com categoria e a bola tinha o endereço certo, mas o goleiro Naldo conseguiu tirar de cabeça.

Mais presente no setor de ataque, Neto Baiano teve outra oportunidade de tirar o zero do placar aos 24. O centroavante deu uma de zagueiro, roubou a bola do defensor feirense e chutou de longe. No lance, Rildo estava sozinho entrando na grande área. Dez minutos depois, Arthur Maia arriscou da intermediária, exigindo de Naldo uma linda intervenção.

Contudo, os mandantes cresceram no confronto e passaram a pressionar o Leão. E tocando bola com velocidade, Cleilton fez boa tabela com Jaiminho, entrou na área e bateu torto, sem direção. O meia feirense, um minuto depois, soltou a bomba da meia lua para uma grande defesa de Renan, que salvou os visitantes.

Pressionando muito, o Feirense marcou o gol que te dá vantagem no confronto de volta em Salvador, aos 42, com Cleilton. Depois de receber passe dentro da grande área, o atleta bateu cruzado, sem marcação, no cantinho de Renan, que nada conseguiu fazer.

FICHA TÉCNICA
Feirense 1 X 0 Vitória
Local: Estádio Pedro Amorim, em Senhor do Bonfim (BA).
Data: Domingo, 22 de abril.
Árbitro: Manoel Nunes Lopo Garrido.
Assistentes: Alessandro Álvaro Rocha de Matos e Luiz Carlos Silva Teixeira.

Feirense: Naldo; Ângelo, Motta, Alysson e Reivan; Baiano, Ananias, André Cabeça (Jaiminho) e Danilo Cruz (Titi); Paulinho (Cleilton) e Hermínio. Técnico: Duzinho.

Vitória: Renan; Léo, Victor Ramos, Dankler e Wellington Saci; Uelliton, Rodrigo Mancha, Pedro Ken (Dinei) e Lúcio Flávio (Arthur Maia); Rildo (Tartá) e Neto Baiano. Técnico: Ricardo Silva

Fonte: Bahia Notícias