Publicidade


Goiás 0 x 1 Palmeiras – Verdão fica mais perto da grande final

Numa partida bem movimentada na noite desta quarta-feira, no Estádio Serra Dourada, em Goiânia, o Palmeiras venceu o Goiás por 1 a 0, em jogo válido pela partida de ida da semifinal da Copa Sul-Americana e ficou muito de chegar à final da competição.

No jogo de volta, que será disputado na próxima quarta-feira, no Estadio Pacaembu, em São Paulo, os paulistas jogam por um empate para chegar à grande decisão. Se os goianos vencerem pelo mesmo placar, a vaga vai para os pênaltis. Quem c lassificar aguarda o adversário do duelo entre LDU-EQU e Independiente-ARG.

Muito movimentado!
Como esta é a única competição que importa para os times, já que o Goiás está praticamente rebaixado e o Palmeiras não tem chance nenhuma no Brasileirão, os times começaram o jogo correndo muito atrás da bola, por isso, a partida foi truncada com muitas faltas e lances perigosos.

Mas, com muitas faltas, a primeira grande chance do Verdão saiu de Marcos Assunção. Numa linda cobrança de falta, a bola quicou no meio do caminho e quase tirou o arqueiro da jogada, que deu rebote para o meio da área, tirada pela zaga esmeraldina.

A resposta do Goiás aconteceu numa rápida jogada na linha de fundo. Rafale Moura fez belo lançamento para Marcelo Costa, que deixou Felipe na cara do gol, mas na hora do arremate, o matador que não faz gol há nove jogos bateu por cima, longe do gol, sem nenhum perigo.

No final do primeiro tempo, os dois times tentavam chegar, mas esbarravam nas qualidades técnicas do elenco e pouco era criado.

Que golaço!
Se os times não conseguiam chegar em troca de passes coube a Marcos Assunção acertar mais um de seus lindos chutes. De muito longe, o meia arriscou. A bola entrou no ângulo, sem nenhuma chance para o goleiro Harlei, que até tentou chegar na bola.

Depois do gol, o Goiás se lançou ao campo de ataque, enquanto, o Palmeiras se fechou e passar a jogar nos contra-ataques. E foi assim, que aos 14, Kleber quase ampliou. O atacante recebeu na área e bateu de bico, Harlei jogou de soco para escanteio.

A grande chance do Goiás aconteceu aos 29 minutos. Wellington Saci fez belo lançamento para Otacilio Neto. Cara a cara com o goleiro Deola, ele bateu em cima do arqueiro, que com os pés afastou para longe a bola e salvou o Verdão de levar o gol de empate.

Pressionando, o Goiás teve sua última chance aos 38 minutos. Após bola alçada na área, Rafael Moura ajeitou de cabeça para Otacilio Neto. O atacante bateu de primeira, dentro da área, a bola saiu por cima do gol, muito longe, sem nenhum perigo.

No último lance do jogo, o Goiás chegou a empatar a partida. Após cruzaemtno, Otacilio Neto desviou na entrada da área. A bola morreu no fundo das redes, mas o bandeirinha anulou o gol alegando que Rafael Moura, em posição irregular, atrapalhou o goleiro Deola no lance.

FICHA TÉCNICA

Goiás 0 x 1 Palmeiras

Local: Estádio Serra Dourada, Goiânia-GO
Público: 14.129 pagantes
Renda: R$ 274.480,00
Árbitro: Evandro Rogério Roman-PR
Auxiliares: Roberto Braatz-PR e Márcio Santiago-MG
Cartões amarelos: Gabriel Silva e Edinho (Palmeiras); Douglas, Carlos Alberto (Goiás)
Gol: Marcos Assunção aos 3’/2T (Palmeiras)

Goiás
Harlei; Rafael Toloi, Ernando (Éverton Santos) e Marcão; Douglas, Amaral, Carlos Alberto, Marcelo Costa e Wellington Saci; Felipe (Otacilio Neto) e Rafael Moura.
Técnico: Artur Neto.

Palmeiras
Deola; Márcio Araújo, Maurício Ramos, Danilo e Gabriel Silva; Edinho, Marcos Assunção, Tinga (Leandro Amaro) e Lincoln (Pierre); Luan e Kleber.
Técnico: Luiz Felipe Scolari.