Publicidade


Ganhou de novo

O clima era de festa. Com o Barradão lotado, o Vitória poderia chegar ao sexto triunfo consecutivo na Série B do Campeonato Brasileiro. O Leão não decepcionou os mais de 34 mil torcedores e derrotou o CRB por 1 o, neste sábado (28), com gol de Neto Baiano, que está se despedindo da equipe.

Com o resultado positivo, o rubro-negro se manteve na vice-liderança, com 31pontos. Pela 14ª rodada da competição o Vitória enfrentará o São Caetano, na próxima terça-feira (31), no Anacleto Campanella, em São Caetano.

Neto Baiano marca no final e garante triunfo do Vitória sobre o CRB (Foto: Eduardo Martins | Ag. A Tarde)

A empolgação da torcida com a campanha do time era compressível. O Vitória vinha de cinco triunfos consecutivos e queria chegar ao sexto diante dos seus torcedores.

Por isso, o Leão começou o jogo partindo para cima. Neto Baiano, que se despediu dos rubro-negros neste confronto, mostrou que estava com vontade de fazer seu 38º gol.

Aos quatro minutos, ele dominou com o peito na entrada da área e arriscou uma bicicleta de fácil defesa para o goleiro do CRB.

O Vitória continuou pressionando e o gol parecia apenas questão de tempo. Aos 11 minutos, os donos da casa só não abriram o placar por conta da boa defesa do goleiro Cristiano.

Após confusão na área do CRB, Marquinhos ficou com a bola e bateu forte, mas o arqueiro salvou. Se um goleiro salvou, o outro quase entregou cinco minutos depois. A primeira vez que os visitantes chegaram com perigo, o estreante Deola espalmou errado, mas Dener conseguiu salvar em cima da linha.

Com a metade do primeiro tempo, o jogo foi ficando mais morno, mas nada que desanimasse a torcida rubro-negra. Apesar do ritmo ter diminuído, o Vitória seguia com mais volume de jogo. Em uma das chegadas do Leão na área, aos 33 minutos, Pedro Ken cai e pede pênalti, mas o árbitro mandou seguir.

Os donos da casa seguiam pressionando, mas pecavam na finalização. Foi assim aos 39 minutos, quando Marquinhos arriscou de fora da área, mas mandou longe do gol adversário.

Com a volta para o segundo tempo, a torcida do Vitória voltou a fazer festa. Para ajudar a furar o bloqueio do CRB, Carpegiani colocou o jovem Arthur Maia em campo no lugar de Denner. Mas nos primeiros minutos não deu resultado. O Leão seguia sem conseguir achar espaços na defesa do adversário.

Quando conseguiu chegar, Neto Baiano teve boa chance de abrir o placar. Ele recebeu de Marquinhos e bateu forte, mas a bola ficou fácil para o goleiro Cristiano.

O lance inflamou a torcida rubro-negra, que refletiu no time em campo. O time passou a pressionar mais, mas o time alagoano conseguia se segurar na defesa. Aos 19 minutos, a melhor oportunidade do Vitória no jogo. Marquinhos partiu em jogada de velocidade, tenta encobrir o goleiro, mas Cristiano conseguiu espalmar.

O ritmo da segunda etapa foi bem parecido com o da primeira. O Vitória mantinha o domínio da partida, mas seguia com dificuldades de infiltrar a defesa adversária. Quando conseguia, pecava na finalização. Os lances de gol do CRB continuavam sendo esporádicos. E se no primeiro tempo Deola quase entrega, nesta etapa ele salvou.

Aos 35 minutos, Luis Felipe entrou com facilidade na área e bateu forte, mas o goleiro evitou o gol dos visitantes. Um minuto depois o Leão desperdiçou mais uma boa chance. Pedro Ken pega a sobra e, sem pontaria, perde o gol. Mas aos 39 minutos, o artilheiro do Brasil, Neto Baiano, recebeu na área, ajeitou e abriu o placar para a festa dos rubro-negros presentes no Barradão.

FICHA TÉCNICA

SÉRIE B   Vitória 1 x 0 CRB

Local: Estádio Manoel Barradas (Barradão), em Salvador (BA)

Data: Sábado, 28 de julho

Árbitro: Rodrigo Nunes de Sá (RJ).

Auxiliares: Gilberto Stina Pereira (RJ) e Wendel de Paiva Gouveia (RJ).

Gol: Neto Baiano (aos 39 minutos do segundo tempo) para o Vitória.

Cartões amarelos: Preto, Geovane e Roberto (CRB); Léo (Vitória).

Público: 32.255 pagantes. Renda: R$ 568.175,00.

Vitória: Deola; Nino Paraíba, Dankler, Victor Ramos e Dener(Arthur Maia) ; Uelliton, Michel (Léo), Pedro Ken e Leílson (Marcelo Nicácio); Marquinhos e Neto Baiano. Técnico: Paulo César Carpegiani.

CRB: Cristiano; Luiz Felipe, Rogélio, Rodrigão e Gleidson; Gercimar (Diego Aragão), Roberto Lopes, Geovani, Luciano (Vitor) e Jadilson; Preto. Técnico: Roberto Fonseca.

Fontes: Bahia Notícias e À Tarde Online