Flamengo joga bem e goleia

Os desfalques não fizeram muita falta ao Flamengo contra o Macaé, neste sábado, em Volta Redonda. O brilho de dois jogadores foi suficiente para golear o time norte-fluminense por 4 a 1, no estádio Raulino Oliveira, pela primeira rodada da Taça Rio. Vagner Love e Vinícius Pacheco marcaram dois gols cada um, com Laio descontando. Com isso, Love passou a ser o artilheiro do Carioca com oito gols.

O técnico rubro-negro, Andrade, foi obrigado a escalar um time misto. Adriano e Kleberson tiveram de se apresentar à seleção brasileira para o amistoso contra a Irlanda, na terça-feira. Álvaro e Petkovic sentiram dores musculares e foram vetados. Bruno Mezenga, Fernando e David, respectivamente, os substituíram. Mas tudo deu certo, e o técnico ainda pôde observar os estreantes Ramon, que tabelou com Love em um dos gols, e Rodrigo Alvim.

De negativo, apenas o fato de o sistema defensivo rubro-negro ter voltado a sofrer gol, deixando seu retrospecto no Carioca ainda pior. Em todos os jogos da competição, a defesa foi vazada. Com o resultado, o Flamengo largou na Taça Rio com três pontos e liderar o Grupo A ao lado do Bangu por conta do saldo de gols.

O time volta a campo contra o Madureira, às 21h50m (horário de Brasília), no Maracanã. Andrade seguirá com os desfalques de Adriano e Kleberson. Já o Macaé enfrenta o Boavista, às 17h, em Saquarema.

O jogo começou com o árbitro respeitando um minuto de silêncio às vítimas do terremoto no Chile. Mas quando a bola rolou, o Macaé tomou mais a atitude e buscou o ataque com muito perigo. Apenas em um contra-ataque, os rubro-negros responderam.

A pressão e a posse de bola nos 15 minutos iniciais foram do Macaé. Mas quando Vinícius Pacheco deixou Vagner Love na cara do gol, e o atacante adiantou demais a bola, o panorama mudou, e houve um equilíbrio maior.

O Flamengo concentrava suas principais jogadas nos pés de Pacheco, que contou com certa liberdade. Numa bola alçada por ele na área, aos 27, Bruno Mezenga poderia ter aberto o placar, mas cabeceou sozinho para a fora. Mas dois minutos depois, Willians fez boa jogada pela direita e foi derrubado dentro da área. Pênalti.

Vagner Love, que havia desperdiçado cobrança contra o Universidad Católica, na última quarta-feira, se prontificou a bater. O atacante recebeu o apoio de Leonardo Moura antes da cobrança. Ele bateu mal, o goleiro Jefferson quase pegou, mas a bola entrou.

A partir daí, o domínio foi rubro-negro, que ameaçou em chute de Pacheco de longe aos 38. Mas aos 40, a zaga do Flamengo bobeou. Primeiro em uma falta boba de Fernando, cuja cuja cobrança por André Gomes fez Bruno ter de se esticar para defender e colocar para fora. No escanteio, Laio subiu sozinho no primeiro pau e empatou o jogo.

Estreia de Ramon

O técnico Andrade fez uma substituição no intervalo: tirou Bruno Mezenga e colocou Fierro. No início do segundo tempo, o Fla tomou o primeiro susto com menos de um minuto. David não cortou lançamento longo, Laio ficou livre, mas demorou a concluir e quando o fez, chutou fraco.

Aos sete, foi a vez de Fabrício receber bola nas costas após lançamento de Fred. Laio, porém, não conseguiu dominar a bola dentro da área. Aos 13, o Flamengo voltou a ficar na frente do placar em um lance inusitado. Love sofreu falta na meia lua. O árbitro João Batista de Arruda marcou a falta e parecia que iria dar cartão amarelo. Mas o atacante bateu rápido para o livre Vinícius Pacheco marcar.

No tempo técnico, Andrade fez nova substituição: tirou Fernando e colocou o estreante Ramon. Nos primeiros toques na bola ele acertou uma tabela que resultou no terceiro gol rubro-negro: o gol das trancinhas. Love tocou para Ramon de calcanhar, que devolveu na frente. O Artilheiro do Amor teve calma e finalizou no ângulo esquerdo do goleiro.

Aos 28, o Flamengo ampliou novamente em nova tabela bonita. Willians roubou bola no meio e tocou para Love, que deixou para Vinícius Pacheco. O camisa 22 driblou o zagueiro e chutou forte no canto: 4 a 1.

A partir daí, o Flamengo passou a cozinhar o jogo. Andrade ainda colocou outro estreante em campo: Rodrigo Alvim entrou no lugar de Juan. O time ainda poderia ter ampliado com Ramon, que chutou por cima do gol. Mas o jogo já estava ganho e foi apenas o caso de administrar a posse de bola até o fim.

Ficha técnica:

MACAÉ 1 x 4 FLAMENGO
Jefferson, Fred, André, Otávio e Bill; Gedeil (Léo Santos), Marciel, André Gomes e Cléber Oliveira; Laio (Raphael Aguiar) e Norton. Bruno, Leonardo Moura, David, Fabrício e Juan (Rodrigo Alvim); Toró, Willians, Fernando (Ramon) e Vinícus Pacheco; Vagner Love e Bruno Mezenga (Fierro).
Técnico: Toninho Andrade. Técnico: Andrade.
Gols: Primeiro tempo: Vagner Love, aos 30, Laio, aos 41. Segundo tempo: Vinícius Pacheco, aos 13, Vagner Love, aos 22; Vinícius Pacheco, aos 28,
Cartões amarelos: Gedeil, André, Bill, Norton (Macaé) Leonardo Moura, Vinícius Pacheco, Fabrício (Flamengo). Cartão vermelho: .
Público pagante: 1.489

Renda: R$ 35.530,00

Estádio: Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ). Data: 27/02/2010. Árbitro:João Batista de Arruda. Auxiliares: Marçal Rodrigues e José Carlos de Arruda.