Filhos de Zico, Cláudio Adão e Josimar juntos no America

Zico, Cláudio Adão e Josimar não chegaram a jogar juntos nos anos 80, mas, anos depois, seus filhos têm no América, a oportunidade de reunir o talento que herdaram.

De olho no título do Campeonato Carioca, o Mecão aposta em três garotos com sobrenomes de peso: Thiago de Sá Coimbra, Felipe Barreto Adão e Josimar Higino Pereira Júnior são filhos, respectivamente, de Zico, Cláudio Adão e Josimar. Inevitavelmente, a cobrança é maior e as comparações entre pais e filhos ocorrem com frequência.

– Claro que a cobrança é grande, ele foi um belo jogador, mas me acostumei. Quando era mais novo sofria com críticas, Hoje, experiente, é mais tranquilo – diz Thiago, que também é sobrinho de Edu Coimbra, o maior ídolo do Mecão.

Os atletas querem escrever suas próprias histórias e Josimar Júnior, o mais novo do trio com 21 anos, quer trilhar o seu caminho:

– Meu pai teve uma história e eu quero traçar a minha. Conquistar títulos e também ficar marcado.

Ser filho de um dos maiores ciganos do futebol brasileiro não é fácil, mas Felipe acha o sobrenome não pode mais atrapalhar. Depois de muitas comparações, ele acha que os críticos deveriam parar com a conversa de que filho de atleta famoso só atua por causa do pai.

– Se você vê que a pessoa tem talento, tem de deixar ela fazer o trabalho dela. Somos como qualquer outro jogador – declarou Felipe.

Apesar da desconfiança dos torcedores, os três acreditam que vão surpreender neste início de ano.

– O elenco é muito bom, todo mundo está preparado. Será um time que vai surpreender nesse Carioca, tenho certeza disso – diz Josimar, apoiado pelos companheiros.

Felipe Adão foi liberado pelo departamento médico na última quarta e o América vai estrear no Carioca com elenco completo.
O Boavista será a primeira vítima do “Trio Nobre”?

Tal pai, tal filho! Eles puxaram..

Thiago Coimbra é filho de Zico, maior ídolo da História do Flamengo. Entre outros títulos, o Galinho de Quintinho, foi campeão do mundo pelo clube carioca. Além disso, o ex-meia ainda é o maior artilheiro do Maracanã, com 333 gols marcados em 435 partidas. Uma carreira e tanto para o filho se espelhar.

Josimar Júnior, que, além do dom, herdou também o nome do pai, é filho do ex-jogador Josimar, que jogou de 1982 a 1988 no Botafogo. Com as boas atuações pelo clube carioca acabou convocado para a Seleção Brasileira para a Copa do Mundo de 1986. No Mundial do México, o ex-lateral marcou um gol. Josimar também jogou por Flamengo, Internacional, Fortaleza e Sevilla (ESP).

Felipe Adão é filho de Cláudio Adão, que se destacou em 1972 jogando pelo Santos ao lado de Pelé. Defendeu a Seleção e marcou 14 gols em 12 jogos. Na carreira dele, o atacante, entre outros, jogou pelos quatro grandes clubes do Rio de Janeiro.

Bate-Bola com Thiago de Sá Coimbra, em entrevista ao LANCE!NET

Você sonha em vestir a camisa do Flamengo, de novo?

Eu joguei na base, depois voltei para o profissional, em 2006. O sonho sempre tem, mas quando o tempo passa, você fica maduro. Hoje estava buscando uma oportunidade, porque estava há um tempo parado e o América abriu as portas para mim. Acho assim, se tiver de jogar no Flamengo, jogo com o maior prazer, ainda maior, por causa do coração (risos).

Como é jogar com outros filhos de ex-jogadores?

O Felipe é meu parceiro, um dos meus melhores amigos desde criança. Nunca jogamos juntos em um clube e está sendo um prazer. O Josimar eu conheci agora, mas parece ser um garoto de qualidade também, de muita força e vai ser uma honra. Espero que a gente possa honrar o nome dos nossos pais, por toda a História que eles fizeram.

Agra você joga em um clube onde seu tio foi um grande ídolo, a cobrança será ainda maior?

Com certeza. Ainda tem esse lado do meu tio ter sido um dos maiores jogadores do América. Mas como já sofri tanta cobrança em relação ao meu pai acho que isso aí vai ser mais uma. Os torcedores mais saudosos do América vão querer alguma coisa a mais por causa do Edu. A torcida quer ver o clube voltando a disputar títulos e estar em evidência no futebol.

fonte: lancenet.com.br