FBF cobra obras no Joia da Princesa e alertou deixar estádio fora de 2016

O compromisso de profissionalizar todos os setores da cadeia produtiva do futebol baiano, assumido pelo presidente da Federação Bahiana de Futebol, Ednaldo Rodrigues, e o vice, Ricardo Lima, até o final da gestão, em 2018, passa também pelas praças esportivas do estado. Como já anunciado antecipadamente pela presidência da entidade, não serão aceitos em 2016 estádios em condições inadequadas para que o espetáculo do futebol tenha o devido e merecido destaque.

Por isso, a FBF alertou a Prefeitura Municipal de Feira de Santana, através de ofício, da necessidade de iniciar o quanto antes a reforma do Estádio Alberto Oliveira. O Joia da Princesa, como também é conhecido, precisa de intervenções para que atenda aos requisitos do Estatuto do Torcedor – Lei Nº 10.671/2003.

O estádio, assim como todos os outros que serão utilizados pelos clubes no Baianão 2016 e demais competições oficiais do ano precisarão atender também às normas de segurança, acessibilidade e higiene, sendo detentor de todos os laudos exigido por lei e apresentando as melhores condições possíveis para a prática do futebol, seja quanto ao estado dos vestiários, inclusive dos árbitros, seja no tocante ao campo de jogo, alambrados, placar, lanchonetes, arquibancadas entre outros.