Eurocopa

Após duas horas de bola e rolando, a Itália só conseguiu vencer a Inglaterra nas cobranças e pênaltis para garantir a classificação à semifinal da Eurocopa. Em um jogo movimentado e com mais de uma dezena de chances de gol, as duas seleções não saíram do 0 a 0. Nos pênaltis, os italianos erraram menos, apenas uma cobrança contra duas desperdiçadas dos ingleses, e levaram a vaga.

A Itália foi melhor durante a maior parte do jogo neste domingo. Com Balotelli, Pirlo e Cassano, o time deu mais de 30 chutes no gol de Hart.

O primeiro tempo da partida começou movimentado, com a Itália pressionando os ingleses e apostando, principalmente, em chutes de longa distância. Foi assim já no primeiro minuto de jogo, quando Balotelli bateu de fora da área, tentando surpreender Hart. O goleiro inglês defendeu com tranquilidade.

Dois minutos depois, a Itália chegou mais perto ao gol. Após receber a bola de Marchisio, De Rossi, de primeira, chutando de fora da área, mandou a bola na trave. Os ingleses responderam com Rooney. Aos 13 minutos, o atacante recebeu a bola na área e tocou de cabeça por cima do travessão. E assim foi durante todo o primeiro tempo, com chances de gol para as duas seleções.

Os times voltaram sem mudanças para o segundo tempo. A Itália começou ainda mais agressiva e teve pelo menos três chances de gol nos primeiros dez minutos. A Inglaterra atacava menos e tinha menos posse de bola que o rival.

Com a proximidade do final do tempo regulamentar, a Itália esfriou o seu ímpeto nos ataques. Os ingleses aproveitaram o recua, passaram a frequentar mais o campo de ataque e criaram chances de marcar nos minutos finais. Foi assim aos 47 minutos do segundo tempo, quando Rooney tentou marcar de bicicleta, na pequena área. O atacante acertou na bola, mas ela subiu demais e passou por cima do gol de Buffon.

Na prorrogação, o jogo seguiu tenso, com os dois times comedidos, mas criando chances de gol. A Itália seguiu com mais posse de bola, mas a Inglaterra levava perigo nas poucas vezes que chegava à área rival. Porém, aos 9 minutos do segundo tempo da prorrogação foram os italianos assustaram. Em jogada de Diamanti, Nocerino tocou para o gol de cabeça. O meia da Itália estava impedido e o lance foi anulado pelo árbitro.

Fonte: UOL