Escalação do Bahia só será conhecida no Barradão

Não adianta perguntar. O treinador Paulo Roberto Falcão possui uma filosofia de trabalho, e desde que chegou ao clube nunca abriu mão de usá-la. A escalação da equipe, mais uma vez, só será conhecida 45 minutos antes da bola rolar, conforme determinação do regulamento da competição.
Quando perguntando sobre a possível volta de Marcelo Lomba no lugar de Omar e a saída de Magno para entrada de Morais, o comandante tricolor fugiu do assunto e reafirmou que não divulgará à imprensa , antes dos jogadores tomarem conhecimento das suas escolhas.
– Minha postura é a mesma das outras partidas. Eu prefiro dar o time primeiro para os jogadores, para que eles tomem conhecimento. Quero todos os jogadores preparados. Quem está concentrado vai poder jogar. Não gosto de atletas acomodados. Quando a gente divulga a escalação, o jogador automaticamente vai ficar mais relaxado – declarou.

Porém, sobre a utilização do meia Zé Roberto, recuperado de dores no tendão, Falcão deu indícios que não deve usar o jogador. No caso do lateral-esquerdo Ávine, a resposta animou à torcida.
– O Zé Roberto fez o primeiro trabalho hoje (sexta-feira), está voltando agora. Já o Ávine tem um pouquinho mais de tempo com a gente, mas quero deixar que as coisas aconteçam. Existem jogadores que estão melhores fisicamente que outros, mas vou procurar, de um modo geral, os que estarão em boas condições – disse.

Fonte: Bahia Notícias