Em noite de goleiros, Bahia empata com a Ponte Preta, em Pituaçu

Morais estreou pelo Bahia, mas a noite foi dos goleiros. Com belas defesas, Omar, do Tricolor, e Martini, da Ponte, seguraram o empate em 1 a 1, nesta sexta-feira (21), em Pituaçu. O zagueiro Diego abriu o placar para a Macaca, mas Itacaré igualou para o time da casa.

Com o empate, o Bahia assumiu a vice-liderança da Série B, com sete pontos, mas deve perder a posição após o complemento da terceira rodada. A Ponte Preta é a sexta colocada, com cinco. Na próxima terça-feira (25), o Bahia encara o Vila Nova, em Goiânia.

Empurrado pela torcida, o Bahia começou a partida em cima da Macaca. Apesar dos três armadores – Morais, Rogerinho e Ananias -, o Tricolor levava mais perigo com os laterais. Logo aos sete minutos, Ávine quase invadiu a área livre, mas sofreu falta. Grahl foi para a cobrança, mas mandou por cima do travessão.

A Ponte Preta respondeu perigosamente aos 13 minutos. Ao invés de cruzar, Junai cobrou falta direto e quase enganou Omar, que mandou para escanteio com a ponta dos dedos. Aos poucos, o Bahia tomou conta do jogo, mas não conseguia furar o bloqueio da defesa adversário. Aos 30 minutos, Rogerinho cobrou falta e exigiu bela defesa de Martini.

O Bahia manteve a pegada no segundo tempo, mas foi a Ponte Preta quem abriu o placar. Aos nove minutos, Marcelinho cobrou escanteio fechado. Diego subiu mais do que a marcação e cabeceou para as redes. O Bahia não desanimou e, empurrado pela torcida, foi atrás do gol de empate. E ele saiu aos 21 minutos. Apodi fez o cruzamento da direita e Itacaré subiu mais que os defensores para mandar a bola para o fundo do gol.

Bahia 1 x 1 Ponte Preta – 3ª rodada da Série B 2010
Data: 21/05/2010
Estádio: Pituaçu, em Salvador
Arbitragem: Cláudio Mercante (PE), auxiliado por Élan Vieira de Souza (PE) e José Lins da Silva (PE)

Bahia: Omar; Apodi, Alison, Nen e Ávine; Leandro, Marcone, Ananias (Abedi), Morais (Morais) e Rogerinho (Itacaré); Rodrigo Grahl. Técnico: Renato Gaúchio

Ponte Preta: Eduardo Martini; Alex Santos, Diego, Naldo e Vicente (Pirão); Escobar, Josimar (Gerson), Tinga e Junai(Éder); Reis e Marcelinho. Técnico: Jorginho