Em Campinas

Mesmo rejeitando o título de “Salvador da Pátria”, o retorno do atacante Souza é a principal esperança do Bahia na partida desta quarta-feira, 15, às 20h30, em Campinas, contra a Ponte Preta, pela 17ª rodada da Série A do Brasileiro.Principal artilheiro do tricolor baiano na temporada, com 22 gols no ano, Souza entrou em campo apenas cinco vezes pelo Brasileirão, devido a uma lesão, no início da temporada, e mais recentemente, por um gancho de quatro jogos suspenso por uma cotovelada no jogo contra o Botafogo.

Mesmo em apenas cinco participações, Souza balançou as redes adversárias três vezes, o que representa 25% dos gols marcados pelo time na competição, que amarga o título de pior ataque entre as 20 equipes que disputam a Série A (12 gols em 16 jogos).
E a inspiração para um triunfo tricolor pode vir de uma partida recente do Bahia em São Paulo, quando derrotou o Palmeiras por 2 a 0, com dois gols do Caveirão Tricolor.

Entretanto, se o ataque está reforçado, a defesa, setor elogiado por Caio Junior, está bem desfalcado. Os dois zagueiros titulares, Tii e Danny Morais estão suspensos, além do volante Fahel, que além de ser o responsável pela proteção da zaga, também tem deixado sua marca de artilheiro no Brasileirão, marcando três gols e dividindo o posto de artilheiro do time na Série A.

Lucas Fonseca e Alysson, jogador contratado junto ao Feirense e estreante da noite, compõem a zaga do Bahia na partida. No meio-campo, Victor Lemos, jogador vindo do Belenense de Portugal, outro estreante na partida, assume a vaga de Fahel.A outra mudança na equipe deve ser a entrada do lateral-direito Gil Bahia, no lugar de Diones, volante que vinha jogando adaptado na posição, repetindo o que foi feito no segundo tempo da última partida, contra o Cruzeiro.

Na lateral-esquerda, o volante Hélder continua improvisado no setor, pois o técnico Caio Junior revelou em entrevista que não deve mais contar com Gerley para o campeonato, por questões técnicas. O treinador inclusive revelou que já solicitou à direção tricolor a contratação de um jogador para o setor, principalmente devido ao fato de Ávine estar afastado dos treinos por não estar recuperado de problemas no seu joelho.

Já a Ponte Preta, equipe que retornou à primeira divisão do Brasileiro este ano, vem fazendo uma honrosa campanha, ocupando a 11ª posição, com 20 pontos, sete à frente do Bahia. O técnico Gilson Kleina pretende terminar o primeiro turno da competição com 25 pontos após as próximas três partidas (Bahia, em casa; São Paulo, fora; e Portuguesa, em casa).

Para conquistar este meta, a Macaca contra com o retorno do seu artilheiro, o atacante Roger, que tem sete gols na Série A, ocupando a vice-artilharia ao lado de Luis Fabiano (São Paulo). O desfalque da Ponte no jogo é o atacante Rildo, ex-Vitória, que vem sendo aproveitado na equipe titular campineira.
Ponte Preta x Bahia – 17ª rodada da Série A do Campeonato Brasileiro

Local: Moisés Lucarelli, em Campinas (SP)
Data: Quarta-feira, 15 de agosto.
Horário: 20h30.
Árbitro: Wagner dos Santos Rosa (RJ)
Assistentes: Jackson Massara do Santos (RJ) e Paulo César Silva Faria (MT)
Ponte Preta: Edson Bastos; Geronimo, Tiago Alves, Diego Sacoman e Uendel; Baraka, Somália, Cicinho e Marcinho; Caio e Roger. Técnico: Gilson Kleina.

Bahia: Marcelo Lomba; Gil Bahia, Lucas Fonseca, Alysson e Hélder; Fabinho, Victor Lemos, Mancini e Zé Roberto; Gabriel e Souza. Técnico: Caio Junior.

Fonte: A Tarde