Edu participa de coletivo

Foram 60 minutos, divididos em dois tempos, e Edu correu, se deslocou, driblou, tabelou e chutou em gol. Pronto para jogar? Calma, muita calma nessa hora.  Edu teve um bom desempenho, mas não quer fazer previsões.

“Estou aos poucos adquirindo meu condicionamento físico e isso é importante”, diz o jogador que não disputa uma partida desde dezembro do ano passado.

Foi o primeiro coletivo de Edu. E também do uruguaio Pablo Pereira. Os dois compuseram a dupla de ataque do time de colete preto, que venceu por 2 x 0, gols de Xuxa (pênalti sofrido por Pablo) e Felipe.

O time vencedor atuou com: Ruan, Léo, Léo Fortunato, Gabriel Paulista e Ernani; Neto Coruja, Esdras, Felipe e Xuxa; Edu e Pablo Pereira.

Geninho assistiu atentamente à movimentação de Edu e Pablo Pereira, enquanto os assistentes Ricardo Silva e Flávio Tanajura se revezaram apitando o coletivo.

Quem jogou – Enquanto corria o coletivo, os jogadores que atuaram 90 minutos contra o ABC, terça-feira, fizeram um trabalho na academia de musculação, correram 20 minutos em torno do campo do Barradão e finalizaram as atividades com crioterapia.

O meia Jerson, com um trauma direito no tornozelo, e o atacante Neto, que sofreu uma pancada no joelho, foram submetidos a tratamento com o fisioterapeuta Clício Alves. “Não são problemas”, antecipou-se em tranqüilizar o técnico o médico Rodrigo Vasco da Gama.

Nesta quinta-feira, o time volta a treinar à tarde, e Geninho relacionará os atletas para a partida de sábado, contra o Sport Recife, às 16h20, no Barradão.

O técnico mais uma vez utilizará o garoto do júnior, João Gabriel, como segundo goleiro porque Douglas recupera-se de uma cirurgia no nariz, e Gustavo está com lesão muscular.